Brasil assina declaração internacional contra o aborto e a favor do papel da família

Os governos do Brasil, dos EUA e de quatro países conservadores organizaram um documento para se opor à ONU, que, em alguns fóruns, defende o direito ao acesso ao aborto.


0
Foto: Divulgação

O Brasil, os EUA e quatro outros países organizaram e assinaram uma declaração a favor do papel família como fundamental para a sociedade e contra políticas que preveem o acesso ao aborto. O documento, chamado de Declaração de Genebra, é uma forma que os governos dos países assinantes explicitam os seus princípios, mas não obriga nenhum país a adotar alguma lei.

No Brasil, o aborto é um crime, mas há exceções:

Há risco de vida para a gestante;

A gravidez é resultado de um estupro;

O feto é anencefálico, ou seja, não possui cérebro

Os outros países que participaram da organização da formulação do texto foram Egito, Hungria, Uganda e Indonésia.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui