Brasil começa vacinação em 4 dias após aval da Anvisa, diz ministro

Eduardo Pazuello esteve nesta segunda-feira em Manaus, onde disse que campanha pode iniciar a partir do dia 20 de janeiro


0
Foto: Amanda PerobelliI/Reuters (22.12.2020)

Uma vez que haja vacinas contra covid-19 aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o Ministério da Saúde poderá distribuir as primeiras doses aos estados e municípios em três ou quatro dias, afirmou o titular da pasta, Eduardo Pazuello, nesta segunda-feira (11).

“Se a análise for concluída na Anvisa, eu começo a vacinar até o dia 20 de janeiro, e aí vão entrando as produções e todas as importações a caminho. Todos os estados receberão simultaneamente as vacinas, no mesmo dia. A vacina vai começar no dia D, na hora H, no Brasil. No primeiro dia que a autorização for feita, a partir do terceiro ou quarto dia [a vacina] já estará nos estados e municípios para iniciar a vacinação do Brasil”, disse durante um evento em Manaus (AM).

Segundo o ministro, a previsão é iniciar a campanha com 6 milhões de doses de vacinas do Instituto Butantan e mais 2 milhões de doses da Fiocruz, que devem ser importadas da Índia. “Já temos autorização de importação, autorização de exportação [da Índia], já pagamos e estamos negociando a autorização da saída dessas doses da Índia, que deve acontecer nos próximos dez dias.”

Esses dois lotes de vacinas já estão com pedido de uso emergencial em andamento na Anvisa. O prazo para análise da agência termina no próximo domingo, desde que não haja solicitações adicionais aos desenvolvedores dos imunizantes. O governo estima que a vacinação pode ter início no dia 20 de janeiro, no melhor dos cenários.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui