Brasil lidera ranking mundial de ligações telefônicas indesejadas

A maior parte das chamadas "spam" no País foi realizada por serviços financeiros


0
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Pelo quarto ano consecutivo, os brasileiros foram os que mais receberam as ligações telefônicas “spam” no mundo — aquelas chamadas que frequentemente vêm de números desconhecidos e oferecem produtos ou serviços não solicitados. É o que mostra a última edição do relatório global do aplicativo Truecaller, que identifica e bloqueia esse tipo de ligação.

De 1º de janeiro a 31 de outubro deste ano, o Brasil registrou uma média de 32,9 chamadas “spam” por usuário ao mês. Os outros países do ranking têm números bem menores, inclusive o Peru, segundo colocado, que teve 18 ligações “spam” por usuário ao mês. No relatório anterior, de 2020, o número de chamadas indesejadas recebidas por usuário ao mês no Brasil foi maior: 49,9. Ou seja, houve uma diminuição de 34% em 2021. O Brasil liderou o ranking em 2018, 2019, 2020 e, agora, em 2021.

No relatório deste ano, a maior parte das chamadas “spam” (44%) no País foi classificada como vinda de serviços financeiros, como bancos, empresas de cartão de crédito e empréstimos. Em seguida, vêm chamadas relativas a vendas (39%), categoria que engloba a oferta de produtos, promoções e assinaturas diversas. Por fim, 16,9% das chamadas foram consideradas “scam”, aquelas que são uma tentativa de golpe. Essas classificações são feitas com a colaboração dos usuários do aplicativo, que registram nele números telefônicos e outras informações sobre ligações recebidas e indesejadas.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui