Brasil registra 105 mil casos e 7,2 mil mortes por novo coronavírus

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h.


0
Foto: REUTERS / Bruno Kelly

O Brasil chegou a 105.222 mil pessoas infectadas pelo novo coronavírus (covid-19) nesta segunda-feira (4). Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 4.075 casos, aumento de 4% em relação a ontem, quando foram registradas 101.147 mil pessoas nessa condição. Foi o terceiro dia consecutivo de estatísticas de queda de novos casos em 24 horas, após o recorde de 7.218, registrado na quinta-feira. Segundo atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje, o total de mortes subiu para 7.288. Com 263 novos óbitos, a marca representou um aumento de 4% em relação a ontem. No domingo foram contabilizados 7.025 falecimentos e com a inclusão de 275 óbitos. A letalidade permaneceu em 6,9%, a mesma de ontem. São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (2.654). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (1.065), Pernambuco (691), Ceará (491) e Amazonas (425). Fonte: Agência Brasil


OUÇA O PROGRAMA


Governo do RS habilita funcionamento de 136 leitos em 18 cidades gaúchas

Em portaria imediata, a ser publicada ainda nesta segunda-feira (4), o governo do Estado vai habilitar o funcionamento de 136 leitos – de quase 300 que estão aguardando a liberação de recursos do Ministério da Saúde – para atender 18 cidades gaúchas. As instituições de saúde que serão beneficiadas são aquelas sob gestão estadual. A determinação de usar os recursos estaduais para o custeio diário destes leitos foi tomada após a demora do Ministério da Saúde para a liberação do pagamento, segundo o governador, Eduardo Leite. O custo total aos cofres públicos é de R$ 6,745 bilhões por mês. Aos hospitais sob gestão plena, Leite recomenda que os prefeitos façam a liberação dos recursos locais. As cidades que receberão os leitos são: Torres (5), Tramandaí (6), Viamão (10), Capão da Canoa (1), Dom Pedrito (10), Rio Grande (10), Bagé (14), Cruz Alta (10), Santo Ângelo (9), Alegrete (7), São Gabriel (5), Faxinal do Soturno (10), Santa Maria (10), Passo Fundo (10), Tenente Portela (5), Erechim (5), Soledade (4) e Sapiranga (5). Fonte: Correio do Povo

Forças Armadas ‘estarão sempre ao lado da lei, da ordem, da democracia e da liberdade’, diz ministro da Defesa

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou em nota nesta segunda-feira (4) que as Forças Armadas “cumprem sua missão constitucional” e que estarão “sempre ao lado da lei, da ordem, da democracia e da liberdade”. A nota foi divulgada no dia seguinte à participação do presidente Jair Bolsonaro em um ato com pautas antidemocráticas e inconstitucionais. Em transmissão durante o protesto, Bolsonaro disse que tinha as Forças Armadas “ao nosso lado, e Deus acima de tudo”. A nota do Ministério da Defesa também classifica como “inaceitável” a agressão a profissionais de imprensa. No domingo (3), Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, jornalistas e fotógrafos foram agredidos enquanto registravam o ato em frente ao Palácio do Planalto. Fonte: G1

Erechim registra primeira morte por Covid-19 e RS já soma 75 óbitos pela doença

A cidade de Erechim, na região do Alto Uruguai, registrou a primeira vítima fatal por Covid-19, conforme notificou o governo local nesta segunda-feira. Assim, o Rio Grande do Sul passa a ter o total de 75 mortes pela doença, sendo nove delas notificadas apenas nas últimas 24 horas. Já o total de casos confirmados da doença no Estado é de 1.711 distribuídos em 151 municípios gaúchos. Na manhã de hoje, a Secretaria Estadual de Saúde reportou óbitos nas cidades de Bento Gonçalves (homem, 64 anos), Farroupilha (homem, 86 anos), Saldanha Marinho (homem, 75 anos), Torres (mulher, 71 anos), Marau (mulher, 80 anos), Passo Fundo (homem, 76 anos), e Garibaldi (homem, 63 anos). Um outro óbito foi registrado pela Prefeitura de Quaraí (homem, 84 anos), mas ainda não consta no balanço epidemiológico do governo estadual. Fonte: Correio do Povo

Brasil fica de fora da ação mundial para acelerar vacina e apoiar OMS

O governo brasileiro ficou de fora de uma aliança mundial para dar uma resposta à pandemia e acelerar a produção de uma vacina. Nesta segunda-feira (4), convocados pela União Europeia e pela ONU, governos de todo o mundo anunciaram doações de 7,4 bilhões de euros e o compromisso de agir de forma conjunta. A ideia é de que a comunidade internacional apenas conseguirá se proteger do vírus quando uma vacina for produzida e distribuída. A aliança contou com a liderança da França, Alemanha, Japão, Omã, Noruega, Canadá, Espanha, Reino Unido e Itália. Mas o processo também foi apoiada por outros países, incluindo a China. Entidades lamentaram a ausência e a transformação na postura do Brasil. Além disso, a ausência dos EUA também evidenciou a dificuldade de unir o planeta por uma ação coordenada. Fonte: UOL

Trump oferece assistência a Bolívia e Paraguai no combate ao novo coronavírus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, telefonou para os presidentes de Bolívia e Paraguai no fim de semana para oferecer ajuda no combate ao novo coronavírus. A Casa Branca não detalhou que tipo de assistência seria essa, mas o presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, disse que o norte-americano anunciou doação de respiradores ao país sul-americano. O Paraguai, inclusive, viu forte diminuição no número de casos e de internações por Covid-19. Entre sexta e sábado, a maior parte dos novos diagnósticos do coronavírus vinha de paraguaios que retornaram do Brasil. Trump tem dito que enviou respiradores pelo mundo. Recentemente, ele anunciou que doaria os equipamentos a Equador, El Salvador e Indonésia. O presidente dos EUA também afirmou que ajudaria Itália, Espanha, França e Rússia. Fonte: G1

Vale do Taquari tem sete novos casos e chega a 215 infectados por coronavírus

O Vale do Taquari teve mais sete confirmações de casos de novo coronavírus na manhã desta segunda-feira (4). A informação foi divulgada pela Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul. Um dos casos atinge o 19º município da região a ter infecção: Westfália. Os outros seis são de Estrela (2), Bom Retiro (2), Lajeado (1), Teutônia (1). Desta forma o vale chega a 215 pessoas já contaminadas. São sete óbitos, 43 recuperações e 165 casos ativos. O primeiro caso de Westfália se trata de uma mulher de 68 anos que está internada no Hospital Bruno Born (HBB), de Lajeado. O caso de Lajeado, trata-se de uma mulher de 38 anos, internada no HBB. Agora são 116 pessoas já contaminadas no município e cinco mortes. Bom Retiro do Sul confirmou mais dois casos, chegando a 12. Neste domingo (3), outros três casos haviam sido notificados. Dois homens – de 60 e 62 anos – estão em isolamento domiciliar e três pessoas estão internadas no Hospital de Caridade Sant´Ana, de Bom Retiro. São duas mulheres, ambas de 55 anos, e um homem de 51 anos. A Prefeitura de Estrela não sabe informar detalhes dos dois novos pacientes e agora soma 16 pessoas. O mesmo ocorre em reação a Teutônia, que totaliza cinco casos. RS

Novo diretor-geral da PF decide trocar superintendente da PF do Rio

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, decidiu trocar a chefia da superintendência do Rio de Janeiro. Carlos Henrique Oliveira, atual comandante do estado, foi convidado por Souza para ser o diretor executivo da Polícia Federal, ou seja, ele deixaria a chefia do Rio para ir para o posto n° 2 da Polícia Federal. Ainda não foi divulgado o nome de quem irá substituí-lo. Fonte: G1

Produção e apresentação: Gabriela Hautrive
Próxima edição: amanhã às 8h;

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui