Brasil tem redução de mortes por Covid-19 pela 1ª vez no ano, diz Fiocruz

Confira as informações do programa Correspondente Independente do meio-dia


1
Foto: Governo de São Paulo

Pela primeira vez em 2021, não houve aumento das taxas de incidência ou de mortalidade por Covid-19 em nenhum estado brasileiro. A informação é do Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz, publicada na quinta-feira, que reafirma tendência de queda nas taxas de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no SUS (Sistema Único de Saúde) pela quarta semana consecutiva. A análise compreende o período de 20 de junho a 3 de julho. Os pesquisadores também afirmam que os padrões observados nos últimos meses mostram uma redução da taxa de mortalidade, parâmetro não acompanhado pela taxa de incidência. Esse cenário pode ser resultado do avanço da campanha de vacinação, que atingiu os grupos mais vulneráveis em um primeiro momento. De acordo com os pesquisadores da Fiocruz, estes avanços vão configurando novos cenários. No momento atual, o curso da pandemia segue com mudança gradativa do perfil etário de casos internados e óbitos. Fonte: Correio do Povo

Prefeito confirma Adriana Vettorello como nova secretária de Educação de Lajeado

Conforme adiantado pela Rádio Independente na última sexta-feira (2), a diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Vitus André Mörschbacher, do Bairro Universitário, Adriana Vettorello é a nova secretária de Educação de Lajeado. A confirmação foi feita pelo prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, em entrevista à Rádio Independente na manhã desta sexta-feira (9). Após ter iniciado o processo de transição ao longo da semana, Adriana já participou da reunião semanal dos secretários municipais de Lajeado nesta sexta-feira e tomará posse, de forma oficial, na próxima segunda (12). Adriana atua há 27 anos no magistério e desde 1994 faz parte do quadro de funcionários da Prefeitura de Lajeado. Ela será a substituta de Vera Plein, que foi desligada da Administração Municipal no dia 1º de julho. RS

Estados reduzem o intervalo entre as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca

O intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina de Oxford/AstraZeneca foi reduzido em cidades de pelo menos cinco Estados brasileiros. Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda 12 semanas (três meses), mas o prazo foi encurtado por gestores que buscam ampliar a proteção da população contra a variante delta do coronavírus. Já divulgaram a redução do intervalo: Pernambuco (60 dias), Acre (45 dias), Ceará (60 dias), Espírito Santo (70 dias) e Piauí (70 dias). Alagoas e Sergipe fizeram mudanças pontuais. O Estado de São Paulo também manifestou essa intenção, mas disse ainda depender de aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A bula da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), responsável pela produção e importação da tecnologia da AstraZeneca, informa que a segunda injeção pode ser administrada entre quatro e 12 semanas após a primeira. O Ministério da Saúde afirmou que “acompanha a evolução das diferentes variantes do Sars CoV-2 no território nacional e está atento à possibilidade de alterações no intervalo recomendado”. Fonte: O Sul

Pagamentos da segunda fase do Auxílio Emergencial Gaúcho começam nesta sexta

Começa nesta sexta-feira (9) o pagamento da segunda fase do Auxílio Emergencial Gaúcho, para empresas do Simples Nacional das áreas de hospedagem, alimentação e eventos que se cadastraram. No primeiro lote, mais de 5,5 mil empresas vão receber parcela única de R$ 2 mil. Serão distribuídos R$ 11 milhões.O prazo para recurso das empresas que tiveram o cadastro indeferido se encerra no sábado (10). O formulário para pedido de revisão e as orientações para envio estão disponíveis em auxilioemergencialgaucho.rs.gov.br/empresas-simples-nacional. A comissão julgadora da Secretaria de Turismo (Setur) analisa os pedidos recebidos. Entre as principais causas de indeferimento, estão a falta de inscrição estadual e inscrição de empresas com Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) não previsto na lei que concede o benefício. Fonte: Governo do RS

Nova York sofre com inundações com aproximação da tempestade Elsa

Várias estações de metrô ficaram inundadas em Nova York, nos Estados Unidos, e grandes vias tiveram de ser bloqueadas na véspera da chegada da tempestade Elsa, que ameaça provocar novas inundações nesta sexta-feira (9). Entre 50 e 100 milímetros de água caíram durante uma série de tempestades sobre Nova York e região na tarde de quinta-feira (8), segundo o serviço meteorológico dos Estados Unidos (NWS, na sigla em inglês). Fonte: G1

Pfizer vai solicitar autorização para aplicação da terceira dose da sua vacina contra o coronavírus

Os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram, na quinta-feira (08), que pedirão autorização a agências reguladoras para a aplicação de uma terceira dose da sua vacina contra a Covid-19. O anúncio ocorreu depois que dados de um teste em andamento mostraram que uma terceira dose aumenta os níveis de anticorpos de cinco a dez vezes mais contra a cepa original do coronavírus e a variante beta, encontrada pela primeira vez na África do Sul, em comparação com as duas primeiras doses. As empresas acreditam que uma terceira dose atuará de forma semelhante contra a variante delta, altamente contagiosa, que está se tornando dominante em nível global. Como precaução, as empresas também estão desenvolvendo uma vacina específica para a delta. As primeiras amostras estão sendo fabricadas nas instalações da BioNTech em Mainz, na Alemanha. Fonte: O Sul

Bolsonaro cumpre agenda na Serra Gaúcha e em Porto Alegre

O presidente Jair Bolsonaro retorna ao Rio Grande do Sul para cumprir agenda na Serra Gaúcha e em Porto Alegre. No início da tarde desta sexta-feira (09), em Caxias do Sul, ele participa, junto com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, da abertura oficial da Primeira Feira Brasileira do Grafeno. O evento é promovido pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). O presidente, o ministro e outras autoridades acompanham a inauguração oficial da UCSGRAPHENE, a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina. O grafeno, um dos materiais mais fortes e leves do mundo, e o mais fino que existe, é 200 vezes mais resistente que o aço e considerado um dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia. Depois, Bolsonaro segue para Bento Gonçalves, onde se encontra com empresários da região. Neste sábado (10), Bolsonaro estará em Porto Alegre, onde realizará, pela manhã, um passeio de moto junto com apoiadores. A “motociata” iniciará na Federação das Indústrias do Estado do RS (Fiergs), na Zona Norte da Capital. A concentração está prevista para as 7h. O passeio deve começar por volta das 10h. Depois, o presidente almoçará com empresários e retornará a Brasília. Fonte: O Sul

Vale do Taquari recebe hoje remessa com 5978 doses de vacinas contra a Covid-19

Nesta sexta-feira (9), a 16ª Coordenadoria Regional de Saúde, com sede em Lajeado, receberá a 30ª remessa de vacinas contra a Covid-19. São 920 doses da CoronaVac e 5058 da Pfizer, totalizando 5978 doses. A maior fatia de imunizantes vai para Lajeado, que receberá 190 vacinas da CoronaVac e 1236 da Pfizer, perfazendo 1426 doses. A distribuição das doses será feita durante a tarde, entre às 15h e 17h, nos mesmos moldes das remessas anteriores, por ordem de chegada./LF.

Com seis mortes por Covid-19, região encerra semana com redução de 45,5% nos óbitos

O Vale do Taquari teve queda de 45,5% no número de óbitos e estabilidade no número de casos por Covid-19 nos 36 municípios da região, na comparação das duas últimas semanas. Os dados foram apurados pela reportagem da Rádio Independente junto à Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul. Na semana de 2 a 8 de julho, a região de Lajeado teve 544 casos e seis óbitos. No período anterior – de 25 de junho a 1º de julho – o Vale do Taquari teve 544 casos e 11 mortes. O levantamento leva em conta os números oficiais da Secretaria da Saúde do RS. CS

Prefeitura cede à Conmebol e decide liberar 10% de público para a final de Brasil x Argentina

A Prefeitura do Rio de Janeiro cedeu à Conmebol e o Maracanã terá público de convidados na final da Copa América. A presença desses torcedores será limitada a 10% da capacidade do estádio. O jogo entre Brasil e Argentina será realizado no próximo sábado, às 21h (de Brasília). A prefeitura do Rio de Janeiro informou que liberação acontece em caráter excepcional: a presença dos torcedores ficará limitada a 10% da capacidade de cada setor do estádio, que tem capacidade para 78 mil pessoas. O público, sentado, deverá respeitar um espaçamento mínimo de dois metros entre cada pessoa ou família. A organizadora do evento, a Conmenbol, ficará responsável por fazer teste de Covid-19 em todos que entrarem no estádio dentro das 48 horas anteriores ao jogo: quem testar positivo, não pode entrar. Fonte: Globo Esporte

Produção e apresentação: Ricardo Sander
Próxima edição: às 18h

1 comentário

  1. Me chamo Roberto, gostei muito do seu site e conteúdo,
    e até salvei aqui nos Favoritos para ler com calma outras
    postagens depois. Quero saber se Vocês aceitam parcerias
    para troca de Backlinks para aumentar as suas visitas reais?
    Se tiver interesse em melhorar seu posicionamento e o
    número de visitantes com Tráfego Orgânico, entre no meu
    site tambem (TrafegoParaSite.com.br) e Cadastre-se
    Grátis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui