Brasil volta a registrar mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 8h.


0

O Brasil voltou a registrar mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas: 1.054, segundo o consórcio de veículos de imprensa. O país não registrava mil óbitos em um dia desde 15 de setembro. Desde o início da pandemia, 184.876 pessoas morreram e 7.111.527 foram diagnosticadas com a doença. Dezesseis estados e o Distrito Federal apresentam alta na média móvel de óbitos. Já a média móvel de casos foi de 46.855 novos diagnósticos — a maior desde o começo da pandemia. Fonte: G!

Número de pedidos de refúgio no Brasil despenca com a pandemia

Número de pedidos de refúgio no Brasil despenca com a pandemia. Total de solicitações desde março, mês em que o Brasil fechou fronteiras terrestres a OMS declarou a crise da Covid-19 uma pandemia, caiu 76% em relação ao mesmo período em 2019. É o menor número de pedidos desde 2016. Fonte: G1

Prefeitura cancela shows online durante virada de ano em SP

A Prefeitura de São Paulo anunciou o cancelamento dos eventos on-line que seriam realizados na capital paulista durante o Réveillon 2021, em 31 de dezembro. Por causa da pandemia do coronavírus na cidade, as comemorações presenciais estavam suspensas e a prefeitura realizaria shows com artistas famosos na virada de ano com transmissão on-line. Uma das atrações do evento era a dupla sertaneja Maiara e Maraisa. Antes do cancelamento, a Prefeitura de São Paulo já havia comunicado que a tradicional queima de fogos também não aconteceria mais. Em Pernambuco, o carnaval foi oficialmente suspenso pelo governo do estado. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, a medida vale para festas e shows públicos e privados. No início de dezembro, esses eventos, incluindo de Natal e de Ano Novo, foram proibidos pelo governo estadual.

Por dez votos a um, STF autoriza medidas restritivas para quem não se vacinar contra Covid-19

Por dez votos a um, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou medidas restritivas para quem não se vacinar contra a Covid-19. Para os ministros, a vacinação obrigatória não é imunização ‘forçada’. Eles entenderam que as medidas são necessárias porque a saúde coletiva não pode ser prejudicada por uma decisão individual. Apenas Nunes Marques divergiu em parte, afirmando que a obrigatoriedade deve ser adotada em último caso. Após o julgamento, em transmissão em uma rede social, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não adotará medida restritiva contra quem se recusar a tomar o imunizante contra a doença provocada pelo novo coronavírus. Fonte: G1

Fux marca para fevereiro julgamento que vai definir como será depoimento de Bolsonaro

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), marcou para o dia 24 de fevereiro de 2021 a retomada do julgamento que vai definir como será o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura se ele interferiu na Polícia Federal. No julgamento, os ministros vão definir se Bolsonaro pode prestar as informações por escrito ou se precisa ser interrogado presencialmente pelos policiais. Lembre o caso: o inquérito tem como base acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Em abril, quando deixou o cargo, Moro disse que Bolsonaro interferiu na PF ao, por exemplo, demitir o então diretor-geral da corporação, Mauricio Valeixo, indicado por Moro para o cargo. Fonte: G1

Estrela Premiada terá segundo sorteio no domingo

Será realizado, neste domingo (20), o segundo sorteio da campanha Estrela Premiada, promoção do Governo de Estrela e Câmara de Comércio, Indústria e Serviços (Cacis). O evento, agendado para as 16h, ocorrerá mais uma vez no Estrela Palace Hotel, apenas com a presença da imprensa e com transmissão ao vivo pela fanpage da Prefeitura de Estrela. Serão contemplados mais quatro consumidores com vales-compras de R$ 1 mil cada. O último sorteio está agendado para o dia 29 de dezembro, com os maiores prêmios da promoção: uma moto zero quilômetro, e três vale-compras de R$ 3 mil cada. AI/MF

Mutirão de Natal doa alimentos, produtos de higiene e brinquedos para 400 famílias da região

Através de doações da comunidade e empresas parceiras, a Igreja Adventista de Lajeado promove o Mutirão de Natal. A campanha nacional visa ajudar famílias carentes nesta época do ano. Em Lajeado, o movimento ganha força com a parceria da Britagem Cascalheira, através de um projeto da empresa, chamado Corrente do Bem. Juntos os organizadores estão beneficiando seis entidades de Lajeado, Cruzeiro do Sul e Arroio do Meio. Ao todo, 400 famílias vão receber alimentos, produtos de higiene e brinquedos. Na manhã desta quinta-feira (17) quem recebeu os donativos foi a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Lajeado. GH

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui