Brasileiro terá que tomar vacina todos os anos, avalia Dimas Covas

Diretor do Butantan disse à CPI da Covid que novas cepas tornarão necessária uma atualização dos imunizantes, com doses de reforço


0
Foto: Agência Brasil / Divulgação

O diretor do Butantan, Dimas Covas, afirmou nesta quinta-feira (27), à CPI da Covid, entender que serão necessárias doses de reforço anuais na vacinação contra o novo coronavírus.

“Na minha percepção, como cientista, como médico, tudo indica que haverá necessidade de doses anuais, de reforço, como é a da vacina da gripe, dado que essa infecção tem a possibilidade de se tornar endêmica tudo indica que isso vai acontecer”, afirmou. “Algumas companhias já estão trabalhando na possibilidade dessa terceira dose, inclusive o Butantan, que desenvolve estudos para ter o reforço vacinal pelo menos uma vez ao ano”, complementou.

Dimas Covas enfatizou que a estratégia será necessária para todas as vacinas “não só em relação à duração da imunidade, mas também em relação às variantes, que colocam dificuldade maior para as vacinas.” “A própria Pfizer já está estudando uma dose de reforço. O Butantan já tem estudos previstos em andamento com a dose de reforço”, relatou.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui