Brasileiros vendem convite para aplicativo Clubhouse por mais de R$ 250

Nova rede social virou alvo de desejo na internet por ser uma plataforma mais exclusiva e com interação apenas por áudio


0
Foto: Eric Raupp / Especial / CP

A rede social Clubhouse está movimentando a internet nos últimos dias. O boom aconteceu depois que famosos divulgaram que tinham criado um perfil, como o bilionário Elon Musk, dono da Tesla e da SpaceX, e a apresentadora norte-americana Oprah Winfrey. Além disso, existe um ar de exclusividade que instigou a curiosidade de todos, já que o acesso é permitido apenas para quem recebe um convite.

Cada novo usuário do Clubhouse pode chamar até duas pessoas para fazerem parte da rede social. O interesse em fazer parte da novidade está tão grande que os brasileiros estão tentando ganhar dinheiro com a venda desses convites. Com uma busca rápida é possível encontrar dezenas de anúncios de pessoas oferecendo o convite para quem quiser pagar por ele. Os preços cobrados começam em R$ 29 e podem chegar ao valor de R$ 269.

“Não é nenhuma novidade. Quando o Facebook foi lançado, em 2004, a rede social era restrita aos alunos das melhores universidades norte-americanas, e da mesma forma, a pessoa também só podia participar se fosse convidada. Ao meu ver, trata-se de uma estratégia para gerar curiosidade”, diz o especialista em Inovação e Tecnologia Arthur Igreja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui