Bresciense integra seleção brasileira de Enduro Fim que compete na Itália

Competição é o maior evento do mundo dentro da categoria 


0
Foto: Divulgação

Há mais de 15 anos, Ricardo Zambiasi, o Sekinha, se dedica ao mundo do motociclismo. Além de acumular títulos como piloto, entre eles o de Campeão Gaúcho de Enduro Fim, conquistado em 2013, o jovem também trabalha como mecânico na cidade de Nova Bréscia, função que também exerce durante as competições nacionais de Enduro FIM que participa.

O mais recente desafio da trajetória do Bresciense é a participação no International Six Days Enduro (ISDE), na Itália, a prova de Enduro mais antiga e tradicional do calendário da Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

Foto: Divulgação

Ricardo participa da competição auxiliando os pilotos que integram a seleção brasileira. São eles: Gustavo Pellin, de Caxias do Sul; Bruno Crivillin, de Aracruz, Espírito Santo; Patrik Capila, de Colatina, também Espírito Santo e Vinicius Calafati, de Guariba, São Paulo.

O Enduro FIM é uma modalidade do motociclismo praticada em pistas e o Six Days Enduro é considerado por muitos a Copa do Mundo da modalidade, por reunir pilotos de mais de 30 países. A etapa italiana iniciou nesta segunda-feira (30) e segue até o próximo sábado (4) na região de Lombardia e Piemonte.

A equipe brasileira está no local desde o dia 22 de agosto, fazendo o reconhecimento do percurso e ajustando detalhes nas motos para os seis dias de evento. Ricardo explica que o período é de intenso trabalho e inclui ajustes que vão desde a personalização da moto até os testes finais e vistorias realizadas pela FIM.

De Nova Bréscia para o mundo

A rotina com as motos ganhou novos rumos quando Ricardo passou a atuar diretamente nas competições estaduais, do Campeonato Gaúcho e nas nacionais, do Campeonato Brasileiro, como mecânico chefe de equipe, responsável pela manutenção das motos.

A oportunidade surgiu em 2012, depois de uma participação no Rally dos Sertões. “Foi onde conheci membros de equipes competidoras, o que levou, mais tarde, ao convite para trabalhar”, explica.

A KTM Sacramento foi a primeira equipe integrada por Ricardo, seguida pela Power Husky, da Husqvarna e, agora, a Beta Motor. O Six Days Itália é o quarto evento internacional que participa, os anteriores foram realizados na Argentina, em 2014; no Chile, em 2018 e em Portugal, em 2019. “São oportunidades únicas que eu valorizo muito pelo aprendizado que trazem, além do mais, me sinto feliz por saber que confiam em meu trabalho. É gratificante”, resume.

O retorno ao país, que Sekinha espera ser acompanhado pela medalha de ouro da seleção, já reserva novos compromissos. Isso porque Nova Bréscia se prepara para sediar mais uma edição do Campeonato Brasileiro e Gaúcho de Enduro.

A Terra dos Churrasqueiros e do Festival da Mentira já foi terreno para as competições das etapas nacional e gaúcha em três oportunidades. A previsão era realizar o evento em 2020, o que não foi possível devido à pandemia. A realização das etapas é de responsabilidade do Mentirosos Moto Clube, do qual Ricardo é presidente. O evento acontece nos dias 25 e 26 de setembro e contará com o apoio da Prefeitura Municipal. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui