BRF de Lajeado tem quatro funcionários com Covid-19

Na segunda-feira (20), conforme o Ministério Público, eram 256 integrantes de grupos de risco afastados das atividades na indústria de alimentos.


2
Secretaria da Saúde de Lajeado confirma casos na BRF (Foto: Arquivo/ Natalia Ribeiro)

Mais uma indústria de alimentos de Lajeado tem casos confirmados da Covid-19. Há quatro confirmações em funcionários da BRF. Primeiro as infecções foram noticiadas com trabalhadores da Companhia Minuano. Ambas ficam no Bairro Moinhos.

Os pacientes da BRF são duas mulheres, de 47 e 39 anos, e dois homens, de 35 e 43 anos. As infecções foram confirmadas entre os dias 12 e 20 de abril. As informações são da Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde de Lajeado. Ao todo, Lajeado tem 35 pessoas que já testaram positivo para o novo coronavírus.

A evolução da doença nas empresas do ramo da alimentação tem sido acompanhada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público (MP), que estão em fase de audiências com a BRF. O objetivo é formatar um documento, a exemplo do que foi feito com a Minuano, visando evitar a propagação da doença.

O MP de Lajeado tem acompanhado a situação por meio de boletins oficiados pelas empresas. Na última segunda-feira (20), conforme relatório da BRF, eram 256 pessoas afastadas da respectiva indústria. Os dados foram remetidos ao promotor de Justiça da Comarca de Lajeado, Sérgio Da Fonseca Diefenbach.

Todas as pessoas pertencem a grupos de risco. São 61 idosos (a partir de 60 anos), 36 gestantes e 159 portadores de doenças crônicas, totalizando 256 pessoas afastadas das atividades na BRF no começo desta semana. Não há informações de afastamentos por conta de contato com pessoa infectada pela doença. A companhia, contudo, diz que retirou da empresa quem testou positivo para a Covid-19.

Desde o dia 23 de março, 441 pessoas sintomáticas foram afastadas, conforme relatório encaminhado pela empresa ao MP de Lajeado. Conforme o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Avícolas e Alimentação Geral de Lajeado e Região (Stial), Sérgio Luis Fagundes, em entrevista ao Grupo Independente no dia 26 de março, há cerca de oito mil trabalhadores da categoria na região.

Procurada pela reportagem, a BRF encaminhou uma nota sobre o tema. A empresa segue a política de não divulgar o número de casos confirmados e de pessoas afastadas em decorrência da doença. Confira.

“Em respeito à privacidade de seus colaboradores e familiares, a BRF decidiu não divulgar os casos de funcionários com testes positivos para a Covid-19. A Companhia informa que os colaboradores nesta situação foram afastados imediatamente de suas funções e estão recebendo o tratamento adequado e serão acompanhados pela área de Saúde Ocupacional da empresa até sua total recuperação. Suas famílias também estão sendo assistidas e orientadas sobre os devidos cuidados durante o tratamento.

A empresa salienta que desde o início da pandemia colocou em prática uma série de medidas e procedimentos, com o suporte e orientação do renomado infectologista Dr Esper Kallas, para proteger seus colaboradores e manter o abastecimento ao mercado.

Dentre essas medidas estão o afastamento de pessoas do grupo de risco, de todos que tiveram contato próximo com casos suspeitos, a medição de temperatura na entrada das fábricas, a distribuição de máscaras a todos os colaboradores e disponibilização de canais para dúvidas e orientações médicas 24h por dia, 7 dias por semana.

Vale lembrar que a operação não foi impactada e que a BRF continua imprimindo o ritmo normal em sua produção, assegurando a qualidade de seus produtos, não havendo no momento risco de desabastecimento do mercado brasileiro e internacional.”

Texto: Natalia Ribeiro
jornalismo@independente.com.br

2 Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui