Brigada Militar de Estrela terá nova sede

40º Batalhão da BM deve ser transferido para o Centro da cidade


0
Foto: AI/Estrela/Divulgação

O quartel do 40º Batalhão da Polícia Militar (40º BPM), atualmente localizado na Rua Coronel Brito, entre os bairros Centro e Oriental em Estrela, vai mudar de endereço. As tratativas para a troca avançaram na semana passada, durante reunião entre o comando do 40º BPM e o prefeito Elmar Schneider (PTB). Na ocasião, as lideranças definiram que um novo prédio para abrigar a instituição será construído em um terreno pertencente ao município, situado nas imediações da antiga Polar.  


ouça a reportagem

 


“Iniciamos as tratativas com a prefeitura para que conseguíssemos um terreno adequado para a construção, o que acabou acontecendo na semana passada. O terreno será revitalizado pela prefeitura. Faremos um prédio novo, em um espaço novo. A administração municipal vai doar a área para a Associação Estrelense Pró-Segurança Pública (Aespro). Eles farão a construção do prédio com recursos de diversas fontes e depois, o município vai tentar uma permuta com o Estado para dar destino à atual sede do batalhão”, adianta o comandante do 40º BPM, major Cássio Conzatti.

Além de buscar por uma sede mais ampla e em condições de abrigar também a Patrulha Ambiental (Patram) – divisão da BM que atua em crimes contra o meio ambiente, que hoje está instalada junto ao Porto de Estrela, mas que também terá que mudar sua sede em função da revitalização do local -, a cheia histórica do Rio Taquari, em julho de 2020, foi determinante para agilizar a mobilização.

“Nós tivemos em torno de 1,5 metro de água dentro do quartel. Perdemos  documentos, as câmeras de videomonitoramento não puderam funcionar, além da sujeira e estragos no próprio prédio. A partir daí, iniciamos as tratativas com a prefeitura para fazer a construção, o que foi formalizado em reunião realizada na terça-feira (6)”, explica o oficial.

Agora, o próximo passo para concretizar a mudança para o novo prédio é a formatação de um projeto arquitetônico do prédio, que será feito por engenheiros da administração municipal, e após, a captação de recursos. “Temos algumas parcerias que a gente tem, muitas até não especificamente com dinheiro, mas que se comprometeram em doar materiais de construção”, finaliza o major Cássio Conzatti.

Texto: Luís Fernando Wagner
noticias@independete.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui