Brumadinho: Polícia Civil identifica ossada encontrada por bombeiros; agora são 5 desaparecidos

Ossada foi encontrada nessa segunda-feira e identificação ocorreu por meio de arcada dentária nesta terça-feira (3)


0
Luís Felipe Alves trabalha na Vale e está desaparecido desde o rompimento da barragem, em Brumadinho, MG — Foto: Reprodução/Facebook

A Polícia Civil informou, na tarde desta terça-feira (3), que identificou mais uma vítima do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A identificação é da ossada que foi encontrada pelo Corpo de Bombeiros nessa segunda-feira (2). Segundo a polícia, a 265ª vítima trata-se do engenheiro de produção que tinha 30 anos na época da tragédia. Luís Felipe Alves era funcionário da Vale. Nasceu em Jundiaí, no interior paulista, e se formou em engenharia de produção no Espírito Santo.

A identificação ocorreu por meio de arcada dentária. Ele trabalhava em Brumadinho, no setor administrativo da empresa, havia menos de três meses quando a barragem rompeu.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui