“Cabe a quem lidera olhar primeiro o todo e, depois, pensar nos indivíduos”, propõe Cintia Agostini

Vice-presidente do Codevat aborda como as discussões internacionais impactam em contextos locais


0
Foto: Tiago Silva

No quadro “Direto ao Ponto” desta terça-feira (24), a economista e vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), Cintia Agostini, falou sobre como discussões internacionais como as que ocorrem no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, impactam em contextos locais.

Cintia lembrou grandes temas mundiais, como o conflito na Ucrânia, a pandemia de covid-19, as questões climáticas, a inflação, o desajuste das cadeias produtivas e as desigualdades sociais. Na opinião de Cintia, “cabe a quem lidera olhar primeiro para o todo e, depois, pensar nos indivíduos”.

“Uma tomada de decisão planejada e uma estratégia definia deve pensar, acima de tudo, o coletivo e depois os indivíduos. É papel de quem nos governa, de quem nos lidera. Se não for uma tomada de decisão consciente, nós não vamos chegar a lugar nenhum”, alerta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui