Cães em péssimas condições de cuidados são resgatados pela Repraas e Vigilância Ambiental de Arroio do Meio

Filhote de Pit Bull vítima de maus tratos não resistiu e morreu durante atendimento veterinário


0
Foto: Repraas / Divulgação

Durante operação realizada em Arroio do Meio, duas situações de maus-tratos a animais foram flagradas pela Rede de Proteção Ambiental e Animais (Repraas), de Teutônia, que atua em todo o estado e a Vigilância Ambiental, de Arroio do Meio.

Foto: Repraas / Divulgação

A situação mais grave ocorreu no Bairro Bela Vista. Uma filhote de Pit Bull, de cinco meses, foi encontrada em péssimas condições de saúde dentro do pátio da residência. Ela estava subnutrida, anêmica e com sarna.

O responsável alegou que não tinha condições de levar o animal ao veterinário, e que utilizava medicamentos, mas sem orientação de profissional da área da saúde animal. Após o resgate, a filhote morreu durante atendimento, devido às enfermidades. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Arroio do Meio e o proprietário vai responder processo administrativo por crime de maus-tratos e negligência contra o animal.

O outro caso foi registrado no Bairro Novo Horizonte. Quatro cães foram identificados após denúncia. Eles estavam amarrados em pequenos pedaços de corda que privavam a movimentação. Um deles não tinha abrigo, acesso a água e comida. Outros três improvisados, e também em más condições de proteção. O responsável já havia sido notificado. Os cães receberam abrigo por parte da Vigilância do Município. O proprietário não foi encontrado. CC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui