Quem dos gaúchos já não ouviu esta frase? Dita quando não acreditar em algo que aconteceu, ou se espantar com uma notícia quando impressionado. Bem típica do linguajar gaúcho.Devido ao pequeno tamanho das frutas ao encher os bolsos é fácil cair.


ouça o programa


O butiá (Butia capitata) é originário da America do Sul e é encontrada no Paraguai, Argentina, Uruguai e no Brasil de Minas para baixo. Nativa também no RS e estudada pela EMBRAPA cinco espécies das nove encontradas. Fruta às vezes doce, mais ou menos ácida de cores variadas de amarelo a laranja. Bastante usada como planta ornamental e também ótima para reconstituição de mata. Seu tronco abriga muitas outras plantas entre elas orquídeas, samambaias, cactáceas e mesmo novos butiazeiros. Alimento e abrigo de insetos de muitos animais de nossa fauna que ajudam a disseminar novas plantas nas matas.

As frutas têm ganhado valores comerciais interessantes alem do consumo “in natura”. Usada cada vez mais para transformação em doces, sucos, sorvetes, conservas, vinho, moussi, vinagre e óleo de sementes além da tradicional cachaça. Das folhas sai artesanato bolsas, caixas, chapéu, cestas, cordas, e decorações diversas. A grande dificuldade e ter a disponibilidade em quantidade de frutas. Os pés são de cultivos isolados o que dificulta a colheita em maiores quantidades. Também levar em conta que para início de produção leva de cinco a dez anos, mas em compensação produz frutas por mais de cem anos. Planta ótima para contar parte da história de família, esta foi à bisavó que plantou…

Árvore que gosta da meia sombra ou a sol pleno e vai de três a seis metros de altura dependendo da espécie.

Rica em carotenoides VIT. A e VIT. C, potássio, ferro, fibras e 105 kcal por 100 g são indicados para ajudar na prevenção de câncer, aumentar a imunidade e boa para o coração. A floração masculina e feminina dificilmente acontece no mesmo pé, por isso depende de polinização cruzada e cada fruto tem de uma a três sementes. È uma planta nativa que deve ser valorizada tanto pra produção de frutas como ornamental.

Dicas;

Licor de Butiá: Descascar quatro xícaras de butiás e colocar em uma xícara de água e três de açúcar e ferver até engrossar a calda. Depois de frio colocar um quarto de garrafa de cachaça e deixar curtir por duas semanas e esta pronta para consumir. Guardar em vidro esterilizado.

Sagu de Butiá: Descascar 40 butiás e acrescentar meia xícara de açúcar e água para cobrir. Ferver por dez minutos e colocar meia xícara de sagu e ferver por cerca de 15 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui