Califórnia reserva 40% das vacinas contra a Covid-19 aos mais pobres para frear aumento da desigualdade na pandemia

Pessoas de baixa renda e minorias no estado são mais gravemente atingidas pela doença, além de estarem menos propensas a receber as vacinas, afirma governo local.


0
Pandemia - Paciente com Covid na Califórnia, nos EUA, em fevereiro de 2021 (Foto: ARIANA DREHSLER / AFP)

A Califórnia, nos Estados Unidos, reservará quase metade do seu próximo lote de vacinas para pessoas que vivem em regiões menos favorecidas, à medida que aumenta a preocupação com o enorme impacto da pandemia sobre ricos e pobres, disse o governador Gavin Newsom na quinta-feira (4).

A medida é tomada em resposta a dados que mostram que pessoas de baixa renda e minorias no estado mais populoso do país são mais gravemente atingidas pela covid-19 e, também, substancialmente menos propensas a receber vacinas.

“As famílias que ganham mais de 120 mil dólares têm o dobro do acesso às vacinas do que as comunidades que foram desproporcionalmente impactadas”, disse Newsom. “É isso que temos que reequilibrar. Temos que admitir isso.”

O estado – originalmente elogiado por sua gestão da covid-19 no ano passado – foi criticado por sua implementação lenta e excessivamente complicada da vacina e por denúncias de californianos ricos e muitas vezes brancos encontrando maneiras de furar a fila.

Um pedido de destituição de Newsom, impulsionado pelo cronograma de vacinação, está supostamente se aproximando do apoio necessário para uma votação.

Os californianos que vivem nas regiões mais pobres do estado – avaliadas pelos resultados de saúde – receberam até agora apenas 1,6 milhão de doses de vacinas das 10 milhões administradas, em um estado de 40 milhões de pessoas.

Segundo a política, essas regiões carentes receberão 40% da próxima rodada de vacinas, enquanto autoridades tentam obter mais doses para grupos minoritários – especialmente latinos, que respondem por mais da metade dos casos positivos na Califórnia.

“Há uma desproporcionalidade na comunidade latina no estado da Califórnia, na comunidade afro-americana também, mas é ainda mais desproporcional na comunidade latina”, disse o democrata Newsom.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui