Câmara aprova repasse de R$ 4 mil para passagem de ônibus de carteiros em Lajeado

Também foi aprovada a doação de um terreno para a Sociedade Lajeadense de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Slan)


2
Foto: Caroline Silva

A Câmara de Vereadores de Lajeado aprovou nesta terça-feira (22) um projeto do Executivo que destina o valor de R$ 4 mil para passagens de carteiros com transporte coletivo municipal. Heitor Hoppe (PP) disse que o montante não deveria ser custeado pela prefeitura. “É um serviço importante sim, é apenas R$ 4 mil e não temos outra opção, mas é um valor que, na minha visão, não deveria sair dos cofres públicos e nem do consumidor”, observa.

Heitor Hoppe (PP) (Foto: Caroline Silva)

Um projeto que estava na ordem do dia para ser votado mas recebeu pedido de vistas é o que prevê repasse de recursos no valor de R$ 44.500,00 à Câmara de Dirigentes Lojistas de Lajeado (CDL) para realização da 20ª Convenção CDL Lajeado. Mesmo não sendo apreciado, Lorival Silveira (PP) comparou a destinação do valor com os esforços de comunidades para realizarem seus eventos, sem auxilio do Executivo. “Vejo que certas entidades em Lajeado só fazem algo se tiver dinheiro do município. Um exemplo é a CDL. Será que a entidade não pode se organizar em um ano e arrecadar dinheiro entre os associados? Eles têm que aprender a andar com as próprias pernas e não depender do dinheiro do povo”, critica. Também foi aprovada a doação de um terreno na Rua João Abott, no centro, para a  Sociedade Lajeadense de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Slan) por 21 anos.

Lorival Silveira (PP) (Foto: Caroline SIlva)

Lixeiras

Carlos Eduardo Ranzi (MDB) sugeriu alteração no Código de Posturas de Lajeado, fazendo com que seja possível a instalação de lixeiras em áreas públicas municipais, estaduais e federais, além de empresas públicas ou autarquias de qualquer esfera, através de abaixo-assinado de moradores. A proposta foi aprovada pelos vereadores.

Ranzi observou a resistência de moradores em aceitarem a colocação de lixeiras em frente suas casas. “A gente sabe que há dificuldade de colocar na frente de casas ou comércios, mas se é área pública tem que servir a população”, frisa.

Carlos Eduardo Ranzi (MDB) (Foto: Caroline Silva)

No entanto, Paula Thomas (PSDB), que votou contra o projeto, mencionou as Áreas de Preservação Permanente (APP). “Me vem uma preocupação, porque se na minha rua eu tiver uma área verde eu farei um abaixo-assinado entre os moradores e vamos dizer que a prefeitura tem que colocar uma lixeira numa área verde, onde já se tem a dificuldade de manter limpa”, analisa.

Paula Thomas (PSDB) (Foto: Caroline Silva)

Viaduto no Montanha

O líder de governo Mozart Lopes (PP) disse que o viaduto no Bairro Montanha, que está com obras paralisadas, deve ficar pronto no final de maio, e que os trabalhos serão retomados. Sérgio Kniphoff (PT) disse que é preciso de agilidade. “Agora está sendo anunciado que o aditivo foi aprovado e sem tem aditivo tem obra e se tem aditivo temos que dar uma olhada. Isso só aumenta nossas suspeitas ao que está acontecendo ali. Tomara que a obra seja concluída porque a população precisa dela”, ressalta.

2 Comentários

  1. Gente, que piada essa seção de hoje, por favor Srs. Vereadores, tão brincando com o povo Lajeadense, liberando R$44.500,00 para o CDL?!! Que vergonha isso, o CDL ganha (rouba na cara dura) mensalmente dos Lojistas e ainda vem pedir verba pra prefeitura pra fazer evento.
    Tão de brincadeira né?!!!!
    Contagem regressiva pra vocês virem no meu portão pedir voto….

  2. Puxa tanta coisa pra se preocupar ,e lá vem a perda de tempo , poderiam estar empenhado em projetos que realmente fosse de grande importância,agora se preocupar com lixeiras ,bom eu percebo que os grandes projetos dos vereadores que estão a trabalho do povo é lixeira e nome de rua , isso é uma vergonha,

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui