Câmara de Estrela ouve demandas da localidade de Novo Paraíso

Pavimentação, combate ao borrachudo e acessos foram algumas das reivindicações.

0

Em sessão descentralizada, realizada na noite desta segunda-feira (2) no ginásio da Comunidade Católica São Vito, de Novo Paraíso, a Câmara de Vereadores de Estrela aprovou três matérias.

Comunidade acompanhou a sessão.

                                Ouça a matéria

 


                                    

De autoria da mesa diretora, projeto que altera disposições da lei municipal, que estabelece o quadro de servidores da Câmara Municipal de Estrela, extinguindo a função especial de gerenciamento de arquivo, atendendo recomendação do TCE/RS, e o Projeto de Resolução Plenária, também da mesa diretora, que dispõe sobre o plano de classificação de documentos e sistema de funcionamento do arquivo Interno da Câmara Municipal de Estrela. Mediante acordo, o legislativo avalizou em regime de urgência, texto do executivo que autoriza a prefeitura a receber em doação uma área de terras, situada no bairro Imigrantes.

Presidente da Comunidade São Vito, Júlio Schorr.

Em nome da comunidade local e dos cerca de 30 moradores de Novo Paraíso que compareceram na sessão, o presidente da Comunidade Católica São Vito, Júlio Schorr, agradeceu a visita dos parlamentares a aproveitou para apresentar as demandas da comunidade. “O nosso asfalto está muito ruim (referindo-se ao pavimento da Estrada Geral de Novo Paraíso). Também temos enfrentado problemas com o mosquito borrachudo, que está cada vez mais agressivo e infestando a comunidade. Por fim, gostaria também de solicitar melhorias nos acessos às propriedades”, relatou Schorr.

 

Marco Wermann (PV).

Marco Aurélio Wermann (PV), comentou as reivindicações. “Sobre os acessoas às propriedades, acho que precisamos avançar nesta questão. Sou do governo, mas admito que em algumas situações pontuais precisamos de ajustes, e essa é uma delas. Sobre os borrachudos, é uma questão mais delicada. Não é exclusividade aqui do Novo Paraíso. Estamos perto do verão que é a época em que os borrachudos mais se manifestam. É preciso fazer uma trabalho preventivo, de aplicação do BTI, que é o produto que combate este tipo de mosquito. Já o asfalto é uma questão bem mais complexa sim. Temos que achar uma forma de captar recursos para isso. Acho que uma alternativa seria trabalhar a questão de captar emendas parlamentares”, comentou Wermann.

Márcio Mallmann (PP).

Márcio Mallmann (PP), pediu apoio da comunidade para instalar uma creche em Novo Paraíso. “Vamos torcer para que um projeto que eu encampei, que é a escola do Arroio do Ouro, que vai inaugurar em brave, dê certo. Desta forma, teremos mais força para tentar trazer uma creche para cá”, disse.

 

Darlã Bellini (PSB), comentou mobilização para melhorar a comunicação no interior. “As operadoras de telefonia celular e internet não querem investir no interior em função do baixo número de usuários. Por isso, uma alternativa mas viável financeiramente para o município seria a instalação de repetidoras de sinal nas localidades. Cada equipamento custa cerca de R$ 8 mil. Acho que com R$ 80 mil poderíamos cobrir todo o interior de Estrela, inclusive o Novo Paraíso”, ponderou.

 

Darlã Bellini (PSB).

A Câmara de Vereadores de Estrela volta a se reunir na segunda-feira, dia 9 de dezembro, em sua sede, na rua Doutor Tostes, no Centro de Estrela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui