Câmara de Lajeado tem pedidos para retomada de esportes coletivos

Sessão desta terça-feira (1º) contou com a aprovação de quatro projetos de lei.


0
Por conta da pandemia, vereadores são divididos entre o plenário e as cadeiras oficiais (Foto: Natalia Ribeiro)

Suspensos em Lajeado desde o começo da pandemia da Covid-19, os esportes coletivos tiveram pedidos de retomada na sessão ordinária desta terça-feira (1º) da Câmara de Vereadores. Três vereadores, sendo dois da oposição e um ligado à situação com o governo municipal, fizeram a solicitação. A Prefeitura ainda não indicou a possibilidade de voltar com as atividades, diferentemente de outros locais.

Arroio do Meio, no Vale do Taquari, voltou a permitir os esportes coletivos nesta semana. Em julho a medida havia sido adotada, mas acabou descartada por conta da classificação vermelha atribuída ao Vale do Taquari. Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo, colocou a liberação em vigor nesta terça-feira, para até sete pessoas por time.

Flexibilizações em outros setores, assim como os exemplos dos municípios vizinhos, motivaram os pedidos dos vereadores. Por conta do período eleitoral os nomes dos parlamentares não serão mencionados*, contudo, é possível dizer que um deles questionou porque os amadores não podem entrar em campo se os campeonatos gaúcho e brasileiro têm jogos liberados. Lembrou também que há entidades enfrentando necessidades financeiras em virtude da suspensão das partidas.

A informação de que será dada permissão para música ao vivo em pubs e casas noturnas de Lajeado incrementou o debate. Um vereador levantou o assunto, que foi confirmado à Rádio Independente pelo procurador-geral da Prefeitura de Lajeado, Natanael dos Santos. Nos próximos dias será reeditado o decreto que trata do assunto. O procurador lembra que são “apresentações individuais, sem DJ. Não é banda e nem shows, mas, sim, voz e violão”. O decreto em vigor não tem proibição expressa.

Durante a sessão ainda foram feitas denúncias de municípios no Vale do Taquari em que atividades esportivas, em especial o futebol, são praticadas de forma clandestina. Um vereador da situação afirmou que foi convidado, mas que não aceitou a proposta porque precisaria dar exemplo, visto que é uma figura conhecida em Lajeado.

Projetos

Os quatro projetos de lei que estavam na pauta do dia receberam aprovação unânime. Com origem do Executivo, aprovada abertura de crédito de R$ 40 mil para a Secretaria municipal da Cultura, Esporte e Lazer, a ser aplicado na execução de obra de fechamento de quadra poliesportiva coberta no Bairro Moinhos d’Água e reforma do pavimento do Centro Esportivo Municipal no Bairro São Cristóvão.

As demais propostas abordam denominações de ruas: assinada por Lorival Silveira (PP) a nomeação de Marlei Terezinha Kobs para área de lazer na Avenida Maria Helena Barzotto, no Bairro Jardim do Cedro; e por Neca Dalmoro (MDB) de Rua Francisco Henrique Sieben – França para a via 137 C no Loteamento Europa Omega, no Bairro Conventos, e de Aray Mello Christ à rua 14-X, no Residencial Atena, no Bairro Conventos. Christ foi um dos gerentes da Rádio Independente.

Também recebeu aprovação da casa uma moção de apoio do 8º Núcleo do Cpers Sindicato, com sede em Estrela, aos educadores da rede estadual. O texto cita parcelamento salarial, seis anos sem reposição dos vencimentos e agravamento do quadro com a pandemia da Covid-19. Sem explicar os motivos, Mariela Portz (PSDB) votou contra. Carlos Ranzi (MDB) criticou a atitude da colega.

Os vereadores têm nova sessão ordinária marcada para a próxima terça-feira, dia 8 de setembro, às 17h. Por conta da pandemia, a presença do público não é permitida. Participam os parlamentares, assessores, servidores da casa e a imprensa.

*A partir de orientação jurídica e para evitar qualquer desigualdade entre eleitos e não eleitos que pretendem buscar vagas no Legislativo de Lajeado no pleito de 2020, a Rádio Independente não divulga os nomes dos respectivos vereadores.

Texto: Natalia Ribeiro
jornalismo@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui