Câmara mortuária municipal de Lajeado recebe melhorias para reforçar a segurança do local

Outras melhorias no local, tanto na área interna quanto na externa, estão previstas para acontecerem no próximo ano


0
Foto: Prefeitura de Lajeado / Divulgação

A Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (SMDS), vem investindo em melhorias na câmara mortuária municipal do bairro Florestal. Recentemente, foi instalada uma grade metálica na área externa da câmara, em toda sua extensão, o que impossibilitará o acesso direto às capelas e melhorará a segurança do espaço, especialmente à noite.

André Mário Martinelli, administrador de Cemitérios Municipais da SMDS, explicou que o motivo do gradeamento se deve ao fato de que pessoas estavam ocupando a área de maneira inconveniente, deixando sujeira no local. Com o gradeamento, não é mais possível acessar às capelas diretamente. “Agora, com a flexibilização de velório, as pessoas poderão velar os familiares inclusive durante a madrugada. E esse gradeamento é um primeiro passo que tomamos para deixar esse lugar mais seguro e adequado para todos”, disse André.

Foto: Prefeitura de Lajeado / Divulgação

Os aparelhos de ar-condicionado das três capelas também foram revisados na última semana. Outras melhorias no local, tanto na área interna quanto na externa, estão previstas para acontecerem no próximo ano. Entre elas, a substituição do telhado, conserto do piso, alterações no jardim, cercamento de todo o terreno, bem como será feita a exumação de sepultaras antigas que estão dentro da área das câmaras. Mais informações sobre como funciona a câmara mortuária podem ser obtidas com a SMDS pelo telefone 3982-1088.

Flexibilização da restrição de horário de velórios

Conforme Nota Informativa 23 do Centro de Operações de Emergências (COE) do Rio Grande do Sul, as restrições foram flexibilidades quanto ao tempo para a realização de velórios, inclusive para casos confirmados e suspeitos de coronavírus.

Atualmente, o período entre a ocorrência do óbito e o sepultamento não deve ultrapassar 24 horas. Ainda assim, seguem valendo outras normas para a realização de velórios, como por exemplo, em relação ao número máximo de pessoas, que é de 46 por capela, bem como a não utilização da cozinha e o consumo de alimentos no local. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui