Caminhoneiros, motoristas e cobradores de ônibus são vacinados contra Covid-19 em Lajeado

É preciso comprovar vínculo com empresa, CNH e comprovante de residência; também são imunizados profissionais de limpeza do setor público e pessoas com 55 anos ou mais


0
Movimentação no Parque do Imigrante na manhã desta quinta-feira (10) (Foto: Gabriela Hautrive)

A vacinação contra a Covid-19 segue nesta quinta-feira (10) em Lajeado e passa a imunizar, juntamente com outros grupos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de ônibus. Os caminhoneiros precisam apresentar Carteira Nacional de Habilitação (CNH) C, D, E ou mais e comprovante de residência. Já no caso dos motoristas e cobradores de ônibus, é necessário um comprovante de vínculo com a empresa em que atua e documento de identidade, não basta apenas ter CNH da categoria solicitada.


ouça a reportagem

 


Cláudio Klein, secretário da Saúde de Lajeado, e coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Juliana Demarchi (Foto: Gabriela Hautrive)

Também nesta quinta, e com previsão de que continue na sexta-feira (11), acontece a imunização para trabalhadores de limpeza do setor público e que atuam no recolhimento de resíduos, conforme nomes que constam na lista da prefeitura, além de pessoas com 55 anos ou mais. O serviço acontece no Parque do Imigrante, no formato drive-thru, e também no auditório da antiga Sthas, no Centro. Em ambos os locais, o atendimento acontece das 8h às 14h.

A aplicação é da vacina Oxford Astrazeneca, até quando haver procura, ainda não tendo um cronograma definido para o final de semana, conforme a coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Lajeado, Juliana Demarchi. “A partir do momento que um grupo de vacinação é aberto, ele não finaliza no mesmo dia, então as pessoas podem ir buscando conforme a disponibilidade, pois o município segue ampliando os grupos prioritários e agora acrescenta também os caminhoneiros”, explica.

A coordenadora também reforça a importância das pessoas irem até o local com os documentos necessários para o processo de imunização. “Já se deve ter o comprovante de residência em mãos, para agilizar a vacinação e também garantir que a dose seja aplicada a um lajeadense’”, completa. A regra sobre o comprovante de residência pode variar de um município para outro, dependendo da estratégia adotada. “Lajeado optou por vacinar os residentes na cidade e conforme a disponibilidade de doses, se possível, será ampliado nos próximos dias”. Segundo a coordenadora, não existe um levantamento específico de quantos profissionais serão imunizados neste grupo, mas estimativa é de que exista cerca de 400 a 500 caminhoneiros residentes em Lajeado.

Também recebem imunização todos os grupos anteriores, além de trabalhadores da educação, desde o setor básico até o técnico e superior e profissionais da saúde. “Para esses dois grupos a vacinação é exclusivamente por agendamento através de um link disponibilizado pelo município em que o usuário escolhe o dia e horário em que será vacinado”. Neste caso, citado pela coordenadora, o atendimento é exclusivo no Posto de Saúde do Centro, das 16h ás 19h.

No caso dos trabalhadores das áreas de educação e saúde, o comprovante de residência não é necessário, apenas o vínculo com a instituição que atua, por exemplo, um profissional que trabalha em Lajeado e reside em outro município da região, pode se vacinar em Lajeado. “Isso depende muito da forma como o Ministério da Saúde define, alguns é atuação no município e outro é a residência”, completa. O mesmo cronograma de vacinação segue nesta quinta, sexta e sábado (12).

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui