Canela tempero é só uma

O engenheiro agrônomo Nilo Cortez esmiúça o tema 'canela' em sua coluna desta semana; faz mal ou bem?


0

A turma mais veterana deve se lembrar do mingau com canela, creme com canela, canela em pau no doce em calda, na conserva e tantos outros usos. Eu faço creme de laranja com canela em pó.

Esta especiaria foi disputada pelos mercadores no passado e é conhecida pelos chineses desde 2500 a. C. Usada também como conservante e planta medicinal.

São aproveitadas a segunda casca enrolada (canela em pau), ralada (canela em pó), raspas, óleo de canela, flor seca e sementes.

No RS temos diversas canelas e com vários nomes locais o que confunde e dificulta a classificação. É preciso ter boa fonte de consulta e utilizo o Livro- Madeiras do Rio Grande do Sul de Raulino Reitz, Roberto M. Klein e Ademir Reis.

Lá são citadas;

– CANELA AMARELA (Nectandra lanceolata), canela-branca, canela-fedorenta, espora de galo, usada na construção civil, mata junta, forro, esquadrias e taboado.
– CANELA-GARUVA (Nectandra rígida), canela- amarela, canela fedorenta, canela- inuçara, canela-seiva, canela-seibo, usada construção civil, vigas, caibros, ripas, caixotaria, acabamentos internos e taboado.
– CANELA GUARICA (Ocotea puberula), canela-parda, canela-sebo, canela de corvo, usadas frontais de casa, forro, caixão de carroça, tabuado, construções internas.
-CANELA EMBUIA (Nectandra megapotamica), canela- louro, canela- amarela, canela fedorenta, canela preta, canela merda e canela fedida, usada na construção civil como ótima madeira, mas, muito fedorenta.
– CANELA LAGEANA (Ocotea pulchella), canela do brejo, canela pimenta, caneleira, é considerada madeira de segunda, não tem boa aceitação comercial. Usada para moirões de cerca e sarrafos.
– CANELA-NHOÇARA (Nectandra leucothyrsus), canela branca, canela branca miúda, canela amarela, canela sassafrás e canela da várzea. Usada construção civil, taboado, tamancos, esquadrias, forro, caixotaria. Madeira leve e bastante resistente.
– CANELA PRETA (Ocotea catharinensis), construção civil, dormentes, vigas, caibros, cabos, construção naval, moveis e aberturas.
– CANELA PURURUCA (Cryptocarya ashersoniana), canela de fogo, canela areia e canela batalha. Usada caixotaria, molduras, vigamentos, moirões, tabuas, forro, ripas e guarnições. Madeira difícil de serrar desgasta ferramentas. Tem sido usada para laminados.

Mas como podem notar nenhuma delas é citado o uso como canela tempero. A verdadeira canela é de origem do Ceilão- Sri Lanka (Cinnamomum verum) alcançando no mercado valores próximos a R$ 1.200,00 o kg de canela em pau e R$ 45,00 por 60 gramas em pó, produto caro. Mas, no mercado predomina a falsa canela ou como dizem normal (Cinnamomum cassia) oriunda da Indonésia, Coréia, Japão e Vietnam sendo mais escura, pouco mais dura e amarga. Lógico bem mais barata. O quilo em pau R$ 135,00 e pó 200 gramas R$ 8,50.

No Brasil a verdadeira é plantado no Rio de Janeiro e nordeste com mudas com o nome de Cinnamomum zeylanicum (sinônimo) conseguindo comprar de viveiristas por cerca de R$ 50,00 a muda. Escolhendo local mais protegido do frio, e é uma árvore bonita para jardim, pode fazer as duas coisas. O início da colheita começa depois de três anos e não é muito complicado obter a canela em pau e pó. Tem explicações na internet.

Na medicina natural a canela é usada para combater gases, anti-inflamatório, antioxidante, combate radicais livres, termo gênico, ativa metabolismo etc… Também combate bactérias e fungos inclusive usado na cicatrização de plantas quando recebem cortes e podas. No cultivo de orquídeas é muito utilizada.

Mas como sempre a senões: Não deve ser usada durante a gravidez e quando está amamentando, quem tem ulceras gastrointestinais, quem tem problemas no fígado e rins, problemas de hipoglicemia, hipertensão podendo aumentar a pressão.

A substância componente da canela, a cumarina é tóxica e pode interagir com a aspirina, ibuprofeno e anticoagulantes. Recomendado consultar sempre seu médico se vai usar qualquer uma das canelas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui