Carlos Nejar é o patrono da 68ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre

Anúncio foi feito nesta segunda-feira (20). Imortal da Academia Brasileira de Letras, escritor porto-alegrense sucede o filho, Fabrício Carpinejar, que foi homenageado na edição de 2021


0
Foto: Divulgação

O escritor porto-alegrense Carlos Nejar foi anunciado na manhã desta segunda-feira (20) como o patrono da 68ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre. Ocupante da cadeira número quatro da Academia Brasileira de Letras, ele é autor de poesias, ensaios, contos, críticas literárias e literatura infantojuvenil. Aos 83 anos, Nejar sucede o filho Fabrício Carpinejar, que foi patrono da feira na edição de 2021.

Para o presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Maximiliano Ledur, a escolha é reconhecimento à extensa contribuição de Nejar à literatura brasileira. “É uma honra prestar essa homenagem a este escritor gaúcho que traz em sua obra, que é atemporal, a afeição pelo Estado. É a oportunidade das novas gerações conhecerem a fundo publicações importantes, como ‘O Campeador e o Vento’ (1966), ‘Canga’ (1993) e tantas outras”, destacou.

Nejar lançou seu primeiro livro, “Sélesis”, em 1960. Seus trabalhos mais recentes são “Senhora Nuvem” (Life Editora) e “A República do Pampa” (Casa Brasileira de Livros) e foram lançados neste ano. Há outras obras prontas, aguardando publicação.

“Livro na gaveta é fantasma. Os originais incomodam como almas penadas. O livro saindo, eu me liberto. Vem a oportunidade, eu publico, mas tenho muitos livros inéditos”.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui