Casal de idosos vira ‘astronauta’ para andar no calçadão do Rio e evitar contágio da Covid: ‘Atração’

O casal astronauta atende a pedidos de fotos e atrai olhares curiosos por onde passam.


0

Sair de casa em tempos de pandemia despertou a criatividade de um casal de idosos. O contador Tércio Galdino, de 66 anos, decidiu ousar e vestir uma roupa de astronauta para caminhar na rua protegido. De quebra, levou a mulher, a corretora Alicéia, um ano mais nova.

Tércio aproveitou as horas de confinamento e confeccionou o capacete, usando balões de festa e massa acrílica. O macacão é o mesmo usado por enfermeiros, incrementado com alguns adesivos e doses de criatividade.

Segundo ele, a intenção era ter uma roupa que desse segurança contra a Covid-19, com uma pitada de bom humor.

“Sou do grupo do risco, porque eu tenho um problema de pulmão. Como é que eu vou dar a minha volta na rua me expondo? Então, foi onde entrou a ideia da fantasia de astronauta. Comecei a elaborar o projeto e comecei a confeccionar tudo. Fiz o capacete, fiz o macacão. E depois veio a coragem de ir rua”, contou.

Acostumada com as invenções do marido há mais de 30 anos, a Alicéia acabou embarcando na brincadeira. Ganhou uma roupa e se sentiu confiante para pensar numa caminhada.

“A princípio, eu fiquei meio apreensiva, cheia de vergonha mesmo. Poxa, vou pegar um mico? Mas não. Eu dei uma relaxada e a gente foi muito bem recebido pelas pessoas”, conta.

A coragem para sair de casa veio junto com o relaxamento das medidas restritivas. No dia 15 de junho, o casal saiu pela primeira vez para um passeio na Praia da Urca. O Tércio continuou a fazer suas caminhadas, muitas vezes sozinho e viralizou nas redes sociais.

A estação espacial do casal é o calçadão da praia. Lá, não tem foguete, movimentos lentos, nem gravidade zero. Eles só querem dar uma caminhada, fazer exercício, arejar a mente e aliviar o estresse do confinamento.

Quem passa pelos dois, não fica indiferente. O casal astronauta atende a pedidos de fotos e atrai olhares curiosos por onde passam. O bom humor tem feito eles passarem por essa fase com muito mais leveza.

“No momento em que eu cheguei na praia, observei que era a atração. Todos olhavam para minha direção. Meu coração ali disparou. Porque eu nunca tinha passado por uma situação daquela. As crianças: “Ah! Deixa eu tirar uma foto com vocês! O astronauta apareceu aqui”, brincou o contador.

Fonte: G1


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui