Casos de Covid aumentam no Reino Unido, mas festas de casamento voltam a ser autorizadas

Festas estão limitadas a 30 convidados. Estão proibidos cantos e danças. No máximo, a tradicional primeira dança dos recém-casados será admitida


0
Pessoas chegam para tomar vacina contra Covid-19 no Poet’s Corner, dentro da Abadia de Westminster, em Londres, em foto de 10 de março (Foto: Stefan Rousseau/PA via AP)

Está aberta a temporada de casamentos no Reino Unido. Embora o governo tenha protelado o fim das restrições sanitárias no país, os casais que vinham adiando há mais de um ano o “sim” poderão fazer festas para mais de 30 convidados a partir desta segunda-feira (21).

“Tinha que pegar um ônibus para ir ao supermercado, e o mais próximo ficava a 25 minutos. Não havia literalmente nada em volta da minha universidade”, diz ele.

Se você alguma vez se perguntou como serão as cidades do futuro, uma delas já existe — e é Songdo.

Construída do zero em uma imensa área aterrada do mar, a Songdo International City é inspirada em Nova York e nos canais de Veneza (embora não haja gôndolas, mas sim táxis aquáticos).

É um dos maiores empreendimentos imobiliários público-privados do mundo.

Quando a ilha artificial onde fica a cidade começou a ser erguida, em 2003, as empresas envolvidas previam um custo de US$ 40 bilhões.

O plano diretor foi elaborado pelo famoso escritório de arquitetura Kohn Pedersen Fox (KPF).

A americana Gale International, a coreana POSCO E&C e o governo da cidade metropolitana de Incheon — à qual pertence Songdo — foram responsáveis ​​pela implementação da infraestrutura avançada e do desenvolvimento nas fases posteriores.

E, embora a cidade tenha sido concluída em 2015, os primeiros moradores começaram a chegar antes, em 2009.

Sua localização no mapa, dizem os anúncios sobre a cidade, permite acesso a um terço da população mundial em um voo de até 3,5 horas de duração ao Aeroporto Internacional de Incheon.

A cidade cresce em volta do parque central, um imenso oásis com lagos, colocado estrategicamente no coração do projeto urbanístico desde o início.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui