Casos de sífilis chegam a 783 mil na última década, mostra pesquisa

Sociedade de Dermatologia diz que casos estão subnotificados no Brasil, já que a pandemia afastou pessoas de consultas médicas


0
Foto: EBC / Divulgação

De 2010 a 2020, o Brasil registrou 783 mil casos de sífilis adquirida, com crescimento significativo da doença. Em 2010, foram 3,925 mil ocorrências dessa infecção e, uma década depois, o número subiu para 152,9 mil, total 39 vezes maior.

Quase no mesmo ritmo, a taxa de detecção cresceu 34 vezes. Em 2010, foram 2,1 registros por grupo de 100 mil habitantes e, em 2019, 72,8. A

s informações foram levantadas pela SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), com base em dados do Ministério da Saúde. Entre janeiro de 2018 e junho de 2020, o Brasil acumulou mais de 360 mil casos de sífilis.

Segundo a SBD, tal quadro pode não retratar a realidade do país, uma vez que a pandemia da covid-19 tem impacto negativo na realização de consultas e exames de prevenção para esta e outras doenças.

Fonte: R7

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui