Casos de síndrome respiratória aguda crescem com menos intensidade

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o relatório semanal do sistema InfoGripe (semana epidemiológica 15) indica ainda que todas as regiões do país seguem na zona de risco.


0
Josué Damacena / Agência Brasil / Divulgação

Os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em todo Brasil mantiveram a tendência de crescimento entre 5 e 11 de abril, conforme vinha sendo observado no período anterior.

Apesar disso, a taxa de crescimento foi em ritmo mais lento do que o registrado em março.

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o relatório semanal do sistema InfoGripe (semana epidemiológica 15) indica ainda que todas as regiões do país seguem na zona de risco e com atividade semanal muito alta para a síndrome, inclusive, com predominância do novo coronavírus entre os casos que já tiveram resultado laboratorial positivo.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui