CCR libera na noite desta terça a passagem de veículos pesados no sentido capital-interior da ponte sobre o Boa Vista

Conforme diretor da concessionária, haverá maior volume de tráfego na BR-386, mas, por outro lado, condutores de veículos pesados terão mais conforto, sem precisar pegar rotas alternativas


0
Foto: Renato Worm

Nesta terça-feira (13), na BR-386 em Estrela, será liberado o tráfego completo na pista Sul da rodovia, tanto para veículos leves como para veículos pesados. A liberação ocorre um mês após o acidente que comprometeu parte da estrutura das duas pontes sobre o Arroio Boa Vista, no km 350.

Uma das pontes foi reparada mais cedo, a da pista Sul, que, em períodos normais, abriga o trânsito no sentido interior-capital. Porém, a ponte da pista Norte (a do sentido capital-interior) foi bloqueada e seu reparo deve ser concluído até 10 de maio.

Até lá, segue o desvio pela pista Sul, organizado pela CCR ViaSul, concessionária que administra a rodovia. Ou seja, no trecho, o condutor que vem da Capital passa da pista Norte para a Sul, cruza a ponte e, depois, retorna para a pista original do sentido capital-interior. Só que, até o momento, apenas veículos leves podiam fazer isso. Já os veículos pesados tinham que pegar desvios por rotas alternativas.

Agora, a partir desta terça-feira (13), pela noite, a concessionária liberará também a passagem de veículos maiores pela ponte que já foi reparada. Isso será possível pelo fato de que, hoje, são utilizados dois terços do tablado, e a CCR oportunizará a utilização completa da pista sobre a ponte Sul (um no sentido capital-interior, e o outro no inverso).
“O tabuleiro será dividido por dois para acomodar o tráfego de maneira mais confortável”, afirma o diretor de atendimento e operação da empresa, Diogo Stiebler.


ouça a entrevista

 


Ele explica que “haverá concentração maior de veículos trafegando pela ponte, mas, em compensação, a ponte também terá uma condição de receber em sua plenitude do tabuleiro os movimentos”. “Portanto, será mais confortável o trajeto dos veículos por esse desvio, o que deve tornar a viagem um pouco mais rápida neste segmento”, avalia.

Diogo Stiebler, diretor de atendimento e operação da CCR ViaSul (Foto: Divulgação)

Na prática, haverá maior volume de veículos utilizando a ponte da pista Sul, incluindo os pesados que retornam à rodovia neste trecho, no sentido capital-interior, sem precisar pegar rotas por outras estradas.

Questionado se a rodovia pode experimentar congestionamento nas duas pistas (atualmente o trânsito fica parado mais no sentido interior-capital, de Lajeado a Estrela, por sobre a ponte da pista Sul), o diretor da CCR ViaSul reconhece a possibilidade.

Por isso, Diogo Stiebler pede que o motorista redobre a atenção para cruzar pelo local de forma segura. Ele orienta aos motoristas programar a viagem, sem passar pela rodovia nos horários de pico nos próximos 30 dias, até a liberação da outra ponte.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui