CCR ViaSul construirá divisor físico entre pistas da BR-386 de Lajeado a Estrela

Obra está prevista junto com a implantação das terceiras faixas no trecho de 5km


0
Trecho em frente ao Shopping Lajeado receberá proteção entre as vias (Foto: Ricardo Sander)

A CCR ViaSul, concessionária responsável pela manutenção e melhorias da BR-386, construirá um divisor físico entre as pistas da rodovia federal entre Lajeado e Estrela. A obra será refeita juntamente com a implantação das terceiras faixas, em ambos os sentidos, no trecho de 5,1km, entre o entroncamento com a ERS-130 – nas proximidades do Shopping Lajeado – e o trevo de acesso a Estrela. A informação foi dada pelo coordenador de engenharia da empresa, Fábio Hirsch, em entrevista ao programa Troca de Ideias da Rádio Independente, na manhã desta quarta-feira (6).

Três mortes foram registradas em dois acidentes nos últimos três meses, nas proximidades do Shopping Lajeado, com veículos cruzando a vala central e invadindo a pista contrária, ocorrendo choques frontais, nos quais normalmente há maior impacto. Após o último acidente, que tirou duas vidas, a própria Polícia Rodoviária Federal pediu a instalação de divisor físico na BR-386, em Lajeado.

As novas pistas, que contemplam as pontes sobre o Arroio Boa Vista e sobre o Rio Taquari, já estavam previstas no contrato de concessão. Desta forma serão três pistas no sentido capital-interior e outras três no sentido interior-capital. Hoje, o trecho conta com duas pistas em cada sentido. “A gente tem dois anos para implantar a chamada faixa adicional entre o trevo da ERS-130 e o trevo principal do acesso a Estrela, totalizando 5,1km de extensão que vão passar por uma readequação completa. E nessa readequação completa, há sim a previsão de implantação de divisor físico nestes locais, inclusive na frente do shopping e em toda a extensão desse melhoramento”, informa.

Hirsch comenta que ainda não está definido o tipo de divisor a ser instalado. “É uma intervenção que a gente está terminando o projeto executivo e, em breve, a gente vai apresentar para as prefeituras locais, Estrela e Lajeado e a Polícia Rodoviária Federal para, aí sim, a gente dar andamento nesta obra nos próximos dois anos: de fevereiro de 2022 a fevereiro de 2024”, destaca.

Relembre os acidentes

Dois acidentes com mortes num período de menos de dois meses em trecho urbano da BR-386, em Lajeado, reforçam a necessidade de melhorias de sinalização e a possível construção de um muro na vala que divide as pistas de sentido contrário, nas proximidades do Shopping Lajeado. No último dia 2 de setembro, o condutor de um Ford Fiesta Sedan de Lajeado teria ingressado na rodovia, na mesma pista do caminhão de São Leopoldo, quando houve a colisão dos veículos no sentido capital-interior. O condutor do carro, Olívio Eckardt (67), perdeu o controle da direção, atravessou a pista no sentido contrário e colidiu contra um outro caminhão com placas de São Paulo. O automóvel foi arrastado até a vala no canteiro. Eckardt morreu no local. Sua esposa, Elisete Maria Noll Eckert (55), ficou ferida, foi encaminhada ao hospital, porém veio a óbito 12 dias depois.

No dia 6 de julho, o condutor de um caminhão Scania carregado com vísceras perdeu o controle da direção, no sentido capital – interior, cruzou o canteiro central e atravessou a pista, no km 346 da rodovia federal. Com esse movimento, o veículo de carga atingiu um automóvel Ford Ka, uma moto Honda CBX Twistter e uma parada de ônibus. Não havia pedestres no momento do acidente. Os condutores do caminhão, emplacado em Tio Hugo, e da moto, com placa de Estrela, foram socorridos e encaminhados para atendimento no Hospital Bruno Born. O motociclista, Diego Eckert Agostini (38), morador de Estrela, faleceu.

Se formos mais longe, em 3 de agosto de 2013, pai e filho de Caxias do Sul, morreram em um acidente em circunstâncias parecidas, por volta das 23h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Altair Teixeira Carvalho (34) condutor de um automóvel Gol de Lajeado, perdeu o controle do veículo e saiu da pista na altura do quilômetro 345,2 em frente ao Shopping Lajeado. Ele atravessou o canteiro central e colidiu na lateral da caminhonete Pajero de Caxias do Sul, conduzida por Lissandro Stroher de Mello (36). Morreram neste acidente de trânsito o condutor da Pajero e seu filho e passageiro Igor da Silva Mello (11).

Outros acidentes ocorreram no trecho com veículos invadindo a pista contrária ao longo dos últimos anos. Este é um ponto em que ocorrem, com certa frequência, atropelamentos que vitimaram pedestres e ciclistas.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui