Cenas de violência em escola refletem a educação como um todo: estamos na “Pós-orgia”

Câmara de Anta Gorda abriu espaço para 3 suplentes mulheres. Belo ato por parte dos vereadores titulares.


0

** Neste mês de maio a Câmara de Anta Gorda abriu espaço para 3 suplentes mulheres. Belo ato por parte dos vereadores titulares.


** Cenas de violência em escola refletem a educação como um todo: banalidade total ou, como afirmam sociólogos estamos na “Pós-orgia”.


** Trevos de acesso a Lajeado poderiam estar melhor cuidados. Há matagal e passa uma péssima impressão. É o cartão de visita da cidade.


** Lajeado poderia dar mais vida à cidade: canteiros, os poucos que sobraram, com flores. Arborizar onde ainda é possível. Sim, cidades vizinhas de menor tamanho ou maior já fazem isso.


** Ana Amélia Lemos busca reeleição e não abre mão disso. PP, PSDB e PMDB deverão permanecer como estão.


** Telmo Kirst já pagou parcela de décimo terceiro para os servidores de Santa Cruz do Sul. Já na folha do mês de abril. Enquanto muitos choram as pitangas por não terem dinheiro, Kist já adianta salário.


** Denúncia na Câmara de Venâncio Aires agita o município: prefeito, vice, secretários e outros apadrinhados não pagam ou pagariam Estacionamento Rotativo. A denúncia afirma que o fato não remete somente ao atual governo.


** Deputado Federal Heitor Schuh (PSB) oficializa convite de filiação para o professor Gustavo Arossi. O docente atua em Santa Cruz do Sul, Lajeado, Porto Alegre, Bento Gonçalves e Novo Hamburgo.


** Alunos e professores do curso de Agronegócio da Faculdade La Salle, unidade de Estrela, embarcam hoje à Alemanha. A viagem tem por objetivo ver de perto como funciona a cadeia do agro naquele país. Serão 29 integrantes da viagem, entre alunos, professores e direção da La Salle. Serão mais de 2.500 quilômetros a serem percorridos dentro da Alemanha para visitar propriedades agrícolas, cooperativas, escola técnica e indústrias. A La Salle é hoje a única que oferece o Agronegócio como graduação na região.


** Carnavalescos estão esperando serem chamados para uma reunião de organização do Carnaval de Lajeado de 2018.  “O prefeito prometeu que iria retomar o carnaval de rua no próximo ano. Já estamos em maio e até agora ninguém foi chamado para conversar”, relatou um dirigente de escola de samba à Coluna.


** Em Estrela, continua o impasse sobre o funcionamento de três agroindústrias que estão proibidas de comercializar diante de ajustes da legislação. Apesar da promessa de liberação, até agora nada.


** Vereador de Estrela Marcos Wermann, do PV, teria dito que não irá se candidatar a reeleição em 2020. Pelo que a Coluna apurou, Marcos, que já foi secretário, é pré-candidato a prefeito ou a vice.


** Em sua participação semanal no programa Contra-Ponto da Rádio Independente, na quinta a tarde, a delegada Marcia Scherer mandou um salve para todos os servidores da Prefeitura de Lajeado que, segundo ela, “estão de olhos (ou ouvidos) antenados para quem ela manda abraços”. É a fiscalização em quem foi a segunda mais votada na eleição passada e tem potencial para candidatar-se novamente em 2020.


** Um comitiva de Paverama foi recebida em audiência pelo o secretário estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer esta semana. A pedido da vereadora Luciara Silva (PSDB), o encontro contou com a presença do prefeito Vanderlei Markus e os demais vereadores, além do deputado estadual Lucas Redecker.  A comitiva pediu a ampliação do efetivo da Brigada Militar bem como a transferência do comando de Taquari para Teutônia. Segurança pública é hoje um dos temas de maior preocupação dos municípios, mesmo não sendo de responsabilidade das Prefeituras.


** Por e-mail, a Coluna recebeu a seguinte reclamação: “ É pelo menos questionável a decisão de não atender a população em Posto de Saúde a partir das 15 horas de sexta-feira tendo como justificativa uma confraternização dos servidores pelo dia dos enfermeiros em postos de saúde. Parece que foi isso que li no cartaz ao tentar receber a vacina da gripe. É justo isso? Quem decide? Quem determina? Imagina o comerciário, industriário, trabalhador da iniciativa privada ter em plena sexta-feira a empresa fechada para confraternizar a data comemorativa?
Não é suficiente a folga no dia do funcionário público?
Até quando teremos que esperar para pelo menos termos nosso direito garantido. Quantas pessoas deixaram de receber atendimento numa tão importante área por causa de uma confraternização que certamente poderia ter acontecido de manhã, antes do expediente ou à tardinha, após cumprir o horário pelo qual recebe o salário.
Não sei se foi uma decisão em todo o município mas no Bairro São Cristóvão, o fechamento aconteceu.”


** Em encontro realizado no gabinete do prefeito Marcelo Caumo, no fim da tarde de sexta, em que se recebeu a senadora Ana Amélia Lemos (PP), o Executivo lajeadense apresentou duas demandas envolvendo a construção de escolas infantis. Uma delas, a Doce Infância, no Bairro Conventos, que teve as obras paralisadas por duas vezes em função da não liberação de recursos federais. O Município de Lajeado pleiteia a liberação de cerca de R$ 2 milhões do programa Pró Infância para conclusão da obra, bem como intenta a liberação de outros R$ 1,5 milhão para construção de uma escola similar, para atender à comunidade do Bairro Bom Pastor e arredores. O encontro também foi pautado por assuntos relativos às reformas que tramitam no congresso nacional, operação lava-jato e o controle da inflação por parte da União. A foto é de Rafael Scheeren Grün.


** Lula ou Moro, quem vencerá o duelo?

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui