Centauros Rugby Clube retorna aos treinos a partir deste sábado em Estrela

Protocolo prevê regras como uso de máscara, álcool em gel, chegada no local com a roupa do treino, além de aferição da temperatura.


0
Atletas do time feminino do clube também retomam treinos neste sábado (Foto: Centauros / Divulgação)

O Centauros, único clube de Rugby dos Vales do Taquari e Rio Pardo, com sede em Estrela, anunciou a retomada de seus treinos após parada por conta da pandemia. Para isso, estão seguindo os protocolos estabelecidos em decretos estadual e municipal. Também obedecem orientações da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), fazendo um retorno progressivo dos treinos organizado por etapas. Conforme a presidente do clube, Jeniffer Harth, também foram elaborados normas internas a serem seguidas por todos os membros envolvidos nas atividades.


ouça a reportagem

 


“Fizemos um protocolo com uma metodologia de retorno dos treinos que foi encaminhada para prefeitura para que tivéssemos essa autorização, seguindo as medidas de segurança, além de normas internas para o clube, que deverão ser respeitadas por todos os atletas e treinadores”, explica.

Com início neste sábado (17), os atletas deverão seguir regras já na chegada para os treinos, que acontecem no Bairro Cristo Rei, em Estrela. “Uso de máscara, álcool em gel, pessoal já chegar vestido com a roupa do treino para não ter essa troca no local, mediação de temperatura com infra vermelho e todo o material que será higienizado antes e depois dos treinos”, ressalta Jeniffer.

Presidente do Centauros Rugby Clube, Jeniffer Harth (Foto: Gabriela Hautrive)

Segundo a presidente, também há recomendação para o não compartilhamento de acessórios como toalha, água e alimentos que possam ser levados no momento das atividades. Para quem acompanha os treinos é recomendado que não se faça aglomeração no entorno do local, principalmente em finais de semana. As práticas que sempre aconteciam em terças, quintas e sábados, agora foram reduzidas para apenas dois dias da semana. “Para ser uma retomada gradual, diminuímos um dia. Vamos ter treinos nas terças-feiras às 20h30 e nos sábados às 15h”, completa.

Foto: Divulgação

Os treinos são coletivos com o campo dividido entre as categorias feminino e masculino. “Como nosso campo é grande e temos que obedecer uma distância entre cada atleta, conseguimos ter eles juntos e seguir essas regras. Depois, quando pudermos treinar em condições normais, as categorias se separam e fazem em horários diferentes”, explica a presidente.

Após cumprimento do decreto para retomada gradual dos treinos, que deve durar 45 dias, a contar do início das atividades, o clube planeja a realização de jogos amistosos.

Período sem atividades e o sentimento em poder voltar

Ficar sem treinos e jogos, desde março, quando as atividades foram suspensas por conta da pandemia, foi um desafio para o clube, conforme a presidente. “No rugby, a gente tem um sentimento de família. Queremos estar juntos e compartilhar os momentos. Falamos de um terceiro tempo que é um momento depois dos treinos quando a galera se reúne, e isso também não foi possível acontecer”, relata.

Durante o período, como parte do protocolo, o clube propôs 30 dias de atividades em casa, mas que não funcionaram com o mesmo entusiasmo e efetividade dos encontros coletivos dos atletas. “Agora com esse retorno a galera está animada e feliz em poder retornar, mas sabemos que por conta da parada alguns se desanimam e possuem outras prioridades ou até as vezes por medo, depende de cada um.” O próximo passo, conforme Jeniffer, é tentar voltar ao mesmo ritmo de antes da parada e aproximar os atletas para que comecem 2021 mais fortalecidos.

O integrante do time masculino Walkher Vargas entende que a volta aos treinos representa o reencontro de um grande família que estava separada por conta da pandemia. “O Centauros é isso: somos uma família. O clube é de grande importância para todos que fazem parte dele e poder rever todo esse pessoal vai ser muito bom, inclusive bom para o clube também, pois vamos conseguir dar sequência aos planos que a gente já tinha”, relata.

Equipe masculina do Centauros em atividade antes da pandemia (Foto: Centauros / Divulgação)

Quem também está otimista é a treinadora da equipe feminina, Caren Castilho: “Estou com uma expectativa gigantesca e espero que todos gostem, estamos planejando com todo coração esse retorno”, completa a profissional.

História

O Centauros Rugby Clube foi fundado em 2011, na cidade de Estrela. É o primeiro e único clube de rugby no Vale do Taquari e Rio Pardo. Por trás de um esporte bruto para quem vê, espírito de equipe, lealdade e respeito são valores fundamentais tanto dentro quanto fora do campo. O rugby conquistou espaços e ganhou destaque na região. Conforme as redes sociais do clube o lema é: “Se rugby é apenas um esporte, o coração é apenas um órgão”.

Texto: Gabriela Hautrive
producao@independente.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui