Centro de Lajeado registra movimento na véspera de feriado pela procura de presentes

CDL estima aumento de 8% a 10% nas vendas do Dia das Crianças em relação ao ano passado


0
Nas Lojas Brincasa procura é maior por bonecas e carrinhos (Foto: Caroline Silva)

O centro de Lajeado esteve movimentado na tarde desta véspera de feriado (11). Isso porque muitas pessoas deixaram para última hora para comprarem o presente das crianças. Movimento constatado pela reportagem da Rádio Independente que circulou pelas principais ruas centrais e confirmada pela gerente das Lojas Brincasa, Janaine Bald. “Neste ano a procura aconteceu mais tarde, no ano passado tivemos mais procura e neste ano o público deixou para última hora”, conta. Conforme ela, os brinquedos mais procurados são bonecas Barbies e carrinhos de boneca e de controle remoto.

Gerente de uma loja de roupas infantis, Michele Maria Schmitz (Foto: Caroline Silva)

A gerente fala que o movimento intenso foi observado desde a última sexta-feira (8), e que o público tem optado por promoções. “Desde sexta estamos com uma procura muito grande por brinquedos, estamos com descontos de até 70%, e hoje as pessoas escolhem produtos que estão na promoção, para presentear a todos”, comenta.

 

 

Roupas infantis também em alta

Mas não são somente brinquedos que estão sendo desejados pelos pais e crianças nesta data. O setor de roupas e calçados infantis também comemora. A gerente de uma loja infantil de 0 a 14 anos, Michele Maria Schmitz, fala que o movimento tem sido intenso, e os clientes têm optado pela variedade. “Neste ano tivemos um equilíbrio nas vendas e o pessoal está buscando pela variedade, pode-se dizer que deu uma melhorada. Acho que o público estava se guardando para algumas datas e o Dia das Crianças foi uma delas”, explica.

A fala de Michele é reafirmada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Lajeado (CDL). Conforme o presidente Aquiles Mallmann, o Cascão, o comércio tem percebido um aumento das vendas de um modo geral há dois meses e a entidade estima um aumento de 8% a 10% das vendas no Dia das Crianças deste ano.

Presente garantido

Se alguns deixam para última hora, outros preferem se antecipar, como foi o caso de Jaqueline Bergmann, que já comprou o presente do filho Matheus Henrique Bergmann. “A gente já comprou o presente dele, foi algo simples, mas acho que não é o tamanho e sim a intenção”, destaca. O brinquedo só será entregue ao filho no Dia das Crianças, embora ele se arrisque a dizer o que é. “Eu sei muito bem. É uma carta do Pokemon”.

Jaqueline Bergmann e o filho Matheus Henrique Bergmann (Foto: Caroline Silva)

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui