Cerca de 3 milhões de pessoas devem passar a virada do ano no Litoral Norte do RS, estima associação local

Na temporada de verão, aproximadamente metade da população do estado deve passar pelas praias do RS.


0
Prefeito de Imbé e presidente da Amlinorte, Pierre Emerim (Foto: Divulgação)

A expectativa de prefeitos é que cerca de 3 milhões de pessoas passem a virada do ano no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. “Pelo que se observa aqui, me parece que nós teremos uma quantidade de pessoas igual ao ano passado”, calcula o prefeito de Imbé e presidente da Associação dos Municípios do Litoral Norte (Amlinorte), Pierre Emerim.

Conforme ele, na temporada de verão, que se estende até o fim de março, aproximadamente metade da população do estado – cerca de 5 milhões – deve passar pelas praias do RS. Na baixa temporada, a quantidade chega a 800 mil.


ouça a entrevista

 


 

A circulação no litoral será restrita em função da pandemia de coronavírus. Apesar disso, Emerim garante que “vai valer a pena, sim, ir para o Litoral Norte”. Conforme ele, os municípios praianos se prepararam com equipes para orientação e fiscalização às medidas para conter a expansão da Covid-19.

O prefeito diz que o período é importante para a economia dos municípios da região como forma de compensar a chamada baixa temporada, e os comerciantes estão conscientes e pediram um voto de confiança das autoridades. Para ele, as pessoas devem fazer a sua parcela. “Serão milhões de pessoas, e embora tenham equipes de fiscalização, a quantidade de fiscais seria insuficiente se não contarmos com o comportamento sanitário adequado e a consciência de cada um”, argumenta.

O gestor nota uma diferença no comportamento dos veranistas em função da pandemia: há uma procura maior por locação de casas do que hotéis e pousadas. Neste ano, não haverá queima de fogos e eventos públicos em função da crise sanitária.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui