A Certel Energia finalizou, neste domingo (07), a retirada de um poste na ERS-413, sobre o Arroio Saraquá, entre Lajeado e Santa Clara do Sul. Equipes da cooperativa iniciaram o trabalho de remoção na última sexta-feira (05). A troca foi necessária para que seja construída uma ponte no local. O convênio para a obra, estimada em R$ 1 milhão, foi firmado com o governo do Estado no dia 14 de abril. Desde então, os usuários do trecho aguardam o início dos trabalhos.


Ouça a reportagem


O serviço da Certel compreendeu a troca da rede elétrica, a retirada da estrutura e a colocação de novo poste. Os recursos empregados na melhoria ainda estão sendo contabilizados pela empresa, que faz a distribuição de energia elétrica para os moradores do Bairro São Bento, onde está localizada a ponte.

A troca poderia ter sido realizada antes, de acordo com o diretor operacional da Certel Energia, Ernani Aloísio Mallmann. “A empresa recebeu o projeto no dia 04 de maio. Nossos projetistas até foram ao local, mas não podiam fazer o deslocamento da estrutura antes de terem acesso ao projeto do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagens (Daer)”, explica. A autarquia confirma a fala. Conforme o agente administrativo do Daer em Lajeado, Sadi Marques, “a Certel dependia do projeto para colocar o poste em um lugar que não atrapalhasse o andamento da obra”, relata.

Sem nomear culpados pelo atraso, Marques diz que o acesso ao projeto dependeu da sua iniciativa. “Como ninguém foi atrás do documento, fui até Porto Alegre na quinta-feira, 4 de maio. Avisei o secretário de Obras de Lajeado, Cassiano Jung, para que fizesse a retirada do material e o encaminhasse à Certel”, conta. O agente inocenta a concessionária. “Tem muita gente que gosta de criticar e noticiar inverdades, que culpou a Certel dizendo que estaria trancando a obra. Essas pessoas deveriam se preocupar em ajudar”, desabafa.

No entendimento da empresa, a remoção foi providenciada rapidamente, visto que o trabalho iniciou um dia após a divulgação do projeto. “Não tem como colocar uma estrutura de custo elevado num local e depois ter que deslocar de novo”, lembra Mallmann. Durante o serviço, pelo menos três famílias tiveram o abastecimento de energia elétrica suspenso.

Indecisão

Mesmo com a retirada do poste, a Pré-Molde, vencedora da licitação, ainda não iniciou a obra. A fim de resolver o impasse, foi marcada uma reunião com a diretoria do Daer, para a próxima quarta-feira (10), em Porto Alegre, quando será verificada a atualização de investimentos e as liberações junto à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

A ligação terá 30 metros de comprimento e 12 metros de largura, com capacidade para suportar 45 toneladas. O contrato atende a construção da ponte e o reforço da estrutura que já existe, e está orçado em R$ 1 milhão com recursos do Estado. O prazo de conclusão é para outubro de 2017, sendo que o pagamento será feito em seis vezes. A prefeitura de Lajeado vai arcar com as cabeceiras. NR

1 comentário

  1. Sou moradora do Bairro São Bento e passo 4 vezes por dia pela ponte, e vi mesmo o pessoal da Certel no domingo de manhã lá trabalhando e o poste já estava no devido lugar.
    Aguardo aguardo ansiosamente pelo começo da obra, que já era pra ter começado.
    Falta acostamento também onde vai pra São Bento e um pouco de iluminação na rua, de noite é meio perigoso ali.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui