Chefe de facção gaúcha é preso no Paraguai

Nenê havia fugido após ser beneficiado com prisão domiciliar.


0
Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai / Divulgação

Um homem apontado pela Justiça como chefe de uma organização criminosa do Rio Grande do Sul foi preso, na manhã desta terça-feira (4), na cidade de Hernandarias, no Paraguai.

Fabrício Santos da Silva, conhecido como Nenê, estava foragido desde o mês de junho, quando rompeu a tornozeleira eletrônica. Ele foi um dos presos que recebeu liberdade provisória em razão da pandemia de coronavírus em março. A prisão foi realizada pela Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, em conjunto com a Polícia Federal gaúcha, em um condomínio de alto padrão. Fabrício foi condenado a 69 anos, dois meses e 22 dias de prisão por homicídios qualificados, tráfico de drogas e outros crimes. Ele é acusado de construir um túnel para fugir da Cadeia Pública de Porto Alegre.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui