Chefe de operações da PRF avalia como positiva a Operação Corpus Christi 2022 na região

Paulo Reni da Silva alerta que a embriaguez ao volante e o uso do celular são as principais causas de acidentes no trânsito


0
Comandante da 4ª DPRF, com sede em Lajeado, Paulo Reni (Foto: Júlio César Lenhard)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou, à meia-noite desta quarta-feira (15), a Operação Corpus Christi 2022, com o objetivo reduzir o número de acidentes de trânsito nas rodovias. Em entrevista ao programa Panorama desta quinta-feira (16), o chefe de operações da 4ª Delegacia da PRF, Paulo Reni da Silva, avaliou como positiva as ações realizadas nas rodovias da região. “O principal objetivo da operação é entregar ao usuário das rodovias o melhor serviço”, frisa Reni. Segundo ele, até o momento da entrevista, foram registradas três ocorrências.

A PRF reforçou as operações e o policiamento nas rodovias federais. “Percebemos um leve aumento na quantidade de veículos circulando na região”, afirma o chefe de operações. Reni relata que em razão das obras de duplicação da BR-386, em Marques de Souza, o trecho demanda maior atenção.

Durante o bate-papo, Paulo Reni da Silva destacou a importância da prevenção do comportamento de beber e dirigir. Ainda de acordo com o policial, o celular e a embriaguez ao volante são as principais causas de acidentes no trânsito.

Tão importante quanto escolher o destino, definir os passeios é fazer a revisão no carro antes de viajar, orienta o chefe de operações da PRF. Segundo ele, tem sido frequente a identificação de veículos com a lâmpada do farol queimado.

Texto: Jonas de Siqueira
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui