China registra primeira morte por Covid-19 em oito meses

De acordo com o balanço oficial, 4.635 pessoas morreram no país de Covid-19


0
Foto: Aly Song/Reuters

A China anunciou nesta quinta-feira (noite de quarta, 13, no Brasil) a primeira morte por Covid-19 em oito meses, enquanto o país tenta frear novos surtos com ‘lockdowns’. Enquanto isso, o país asiático recebe especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) para estudar a origem da pandemia.

A Comissão Nacional da Saúde não deu detalhes sobre o falecimento desta nova vítima do coronavírus, exceto que ocorreu na província de Hebei, onde o governo confinou várias cidades. A última morte por coronavírus na China foi registrada em maio de 2020. De acordo com o balanço oficial, 4.635 pessoas morreram no país de Covid-19, vírus que já causou quase 2 milhões de mortes no mundo.

No entanto, a pasta diz que a recomendação é para “que estados e Distrito Federal sigam as diretrizes do Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”, disse em nota.

O plano nacional estabelece alguns direcionamentos, como a definição dos grupos prioritários para aplicação da vacina e a logística centralizada no Ministério da Saúde, que faria o repasse das doses aos estados, que, então, as distribuiria aos municípios.

O ministério ainda não apontou uma data exata para o início da campanha e trabalha com três hipóteses: a primeira, que começaria em 20 de janeiro, uma intermediária, que com início entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro, e uma tardia, que começaria após 10 de fevereiro.

O único estado que fixou um dia para começar a imunização foi São Paulo, que prevê administrar as primeiras doses em 25 de janeiro. No entanto, o ministério da Saúde informou, no último sábado, que comprou todas as doses da Coronavac produzidas pelo Instituto Butantan e que a vacinação com o imunizante seria simultânea em todo o país.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui