Chinesa ByteDance diz que TikTok será sua subsidiária, e Trump ameaça não aprovar acordo

Criadora do aplicativo e empresas americanas Oracle e Walmart deram declarações divergentes sobre moldes da negociação. Presidente dos EUA diz que não irá aprovar acordo se desenvolvedora do app continuar mantiver o controle.


0
Imagem ilustrativa com a bandeira dos EUA e logotipo do TikTok (Foto: Dado Ruvic/Illustration/Reuters)

A ByteDance, desenvolvedora do TikTok, disse nesta segunda-feira (21) que os negócios globais do aplicativo se tornarão sua subsidiária.

No entanto, as empresas americanas Oracle e Walmart afirmaram no final de semana que eles e investidores norte-americanos teriam participação majoritária do aplicativo após um acordo ter recebido a “bênção” do presidente dos EUA, Donald Trump.

Trump disse em entrevista nesta segunda que não aprovaria a venda do TikTok para a Oracle e o Walmart se a ByteDance continuar como controladora do aplicativo.

“Se descobrirmos que eles não têm controle total, então não vamos aprovar o acordo […] Estaremos observando-o de muito perto”, disse o presidente dos EUA à Fox News em entrevista.

Em agosto, Trump emitiu uma ordem executiva que proibia “transações” com a ByteDance e ameaçou proibir o TikTok caso ele não fosse vendido para uma empresa americana até meados de setembro.

Segundo agências internacionais, o Departamento de Comércio confirmou em um comunicado que iria atrasar em uma semana as restrições para o TikTok que deveriam entrar em vigor neste domingo (20).

As autoridades norte-americanas expressaram preocupação de que as informações sobre os 100 milhões de usuários ativos nos EUA na plataforma pudessem ser repassadas à China.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui