Ciclone pode atingir cerca de 40 cidades do RS; confira maiores rajadas até o momento

Fenômeno atinge o território gaúcho nesta terça-feira e coloca estado em alerta


0

Conforme informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a velocidade das maiores rajadas de vento até o momento no Rio Grande do Sul ocorreram em Cambará do Sul, 72 km/h; São José dos Ausentes, 64 km/h; Encruzilhada do Sul, 68 km/h; Rio Pardo, 67 km/h; Capão do Leão; 62 km/h; Teutônia, 59 km/h; Lagoa Vermelha, 59 km/h; Pelotas, 56 km/h e Bento Gonçalves, 53 km/h. Já as maiores rajadas de vento até o momento na região metropolitana e área do aeroporto, foram em Canoas, 72 km/h e Porto Alegre, 68 km/h.

Alerta

Com a iminência da chegada do ciclone Yakecan no território do Rio Grande do Sul, a Defesa Civil do Estado está em alerta máximo e orienta sobre como a população gaúcha deve agir para ficar em segurança em meio ao fenômeno. De acordo com o coordenador do órgão, coronel Júlio César Rocha Lopes, as pessoas devem se abrigar em casa e não ficar embaixo de árvores e postes. A expectativa é que os ventos do Yakecan superem 100 hm/h.

Conforme projeções de especialistas, o ciclone pode atingir cerca de 40 cidades do Rio Grande do Sul e avançar para os territórios de Santa Catarina e Paraná. O Inmet alertou ainda para as baixas temperaturas em decorrência da frente fria. Em Brasília, por exemplo, as mínimas podem chegar a 6°C. Há possibilidade de neve nas serras gaúcha e catarinense, com forte incidência de geada em diversos pontos do país. RC/CP


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui