Cidade do México substituirá estátua de Colombo por monumento de mulher indígena

Prefeita da capital mexicana, Claudia Sheinbaum, disse que novo marco trará 'justiça social' em relação ao papel histórico das mulheres no país


0
Foto: EneasMx / Wikipédia

Uma estátua proeminente do explorador Cristóvão Colombo em uma das principais avenidas da Cidade do México será substituída pela de uma mulher indígena mexicana, disse a prefeita da capital, Claudia Sheinbaum, no domingo (5).

A estátua de bronze do século 19 foi retirada da avenida Paseo de la Reforma no ano passado para trabalhos de restauração antes de um protesto anual.

Agora, dará lugar a um monumento que represente “justiça social” em relação ao papel histórico das mulheres no México, especialmente as de origem indígena, disse Sheinbaum em um evento na capital mexicana.

“É claro que reconhecemos Colombo. Mas há duas visões”, disse a prefeita, acrescentando que uma era a visão europeia da “descoberta da América”, embora civilizações já existissem por séculos no México. “E tem outra visão daqui, de que, na verdade, chegou um europeu na América, que fez um encontro entre dois lugares, e aí veio a conquista (espanhola)”, acrescentou.

A estátua de Colombo será transferida para um “lugar digno” na cidade, disse a prefeita.

Várias estátuas do navegador italiano, cujas expedições financiadas pela Espanha a partir da década de 1490 abriram o caminho para a conquista europeia das Américas, foram removidas de cidades dos EUA desde os protestos do Black Lives Matter e o reexame mundial da era colonial e o legado da escravidão.

Sheinbaum é uma aliada próximo do presidente esquerdista Andrés Manuel López Obrador, que buscou colocar seu governo antes de tudo como um defensor das comunidades pobres e indígenas, muitas das quais estão entre as menos abastadas do país.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui