Cientista de Oxford descarta relação da vacina da AstraZeneca com trombose

Andrew Polard mencionou provas "muito tranquilizadoras" sobre o tema


0
Diversos países europeus suspenderam o uso da vacina AstraZeneca/Oxford como medida preventiva (Foto: Joel Saget / AFP / CP)

Não existe qualquer relação entre os coágulos sanguíneos e a vacina contra a Covid-19 produzida pelo laboratório britânico AstraZeneca – defendeu nesta segunda-feira o diretor da equipe científica da Universidade de Oxford que desenvolveu o fármaco, após sua suspensão por parte de vários países. “Há provas muito tranquilizadoras de que não há um aumento no fenômeno de trombose aqui no Reino Unido, onde se aplicou a maioria das doses na Europa até agora”, afirmou o diretor do grupo de vacinas de Oxford, Andrew Pollard.

No domingo, Irlanda e Holanda engrossaram a lista de países, principalmente na Europa, que suspenderam o uso da vacina AstraZeneca/Oxford como medida preventiva. Seguiram a decisão já tomada por Dinamarca, Noruega, Tailândia, entre outros.

Em uma nota divulgada ontem, o laboratório reiterou que não há evidências de aumento dos coágulos sanguíneos causado pela vacina, após analisar os resultados de 17 milhões de doses.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui