Cientistas descobrem embrião preservado de dinossauro que viveu há 80 milhões de anos

O embrião era de um saurópode, conhecido por seu pescoço longo e cabeça pequena. Pesquisadores concluíram que o dinossauro, um dos maiores e mais pesados que já existiram, provavelmente tinha pequenos 'chifres' no nariz que o ajudavam a nascer.


0
Imagem mostra a casca do ovo (A), o crânio do dinossauro dentro da casca (B) e o crânio ampliado (C) (Foto: Martin Kundrat, Evolutionary Biodiversity Research Group Pavol Jozef Šafárik University)

Em uma descoberta rara, uma equipe internacional de pesquisadores encontrou um embrião preservado de um dinossauro que viveu há 80 milhões de anos. Os achados foram publicados nesta quinta-feira (27) na revista “Current Biology”.

O dinossauro, um saurópode, é conhecido por seu pescoço comprido e cabeça pequena (o mesmo que aparece nos filmes de “Jurassic Park”), e era um dos maiores que já viveram, explicou o pesquisador John Nudds, professor da Universidade de Manchester e um dos autores do estudo, em entrevista ao G1.

“”[O embrião] só tem um centímetro e meio de comprimento – talvez o bebê tivesse tido 10 ou 12 centímetros quando fosse chocado. Os adultos tinham 40 metros de comprimento”, disse Nudds.

Segundo o pesquisador, o ovo, provavelmente, teria sido chocado depois de 60 dias (cerca de dois meses). E, depois que nascesse, o embrião levaria muitos anos para chegar ao tamanho adulto.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui