Cinco deputados são hospitalizados depois de serem atacados com gás em protesto em frente ao Congresso argentino

O Senado discute uma lei que inclui uma reforma trabalhista, privatizações e uma polêmica delegação de poderes legislativos ao presidente ultraliberal


0
AFP / Divulgação

Cinco deputados foram hospitalizados depois de terem sido reprimidos com gás pela polícia em uma grande manifestação perante o Congresso argentino, que debate nesta quarta-feira (12), um projeto de lei crucial para a governabilidade do presidente Javier Milei, informou a deputada da oposição Cecilia Moreau.

O Senado discute a lei que inclui uma reforma trabalhista, privatizações, incentivos ao investimento estrangeiro e uma polêmica delegação de poderes legislativos ao presidente ultraliberal.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui