Cirurgião plástico suspeito de abusar de pacientes é preso em Porto Alegre

Segundo a polícia, o consultório médico seria utilizado clandestinamente para realização de procedimentos cirúrgicos, sem equipamentos adequados


0
Foto: Pexels / Ilustrativa

A Polícia Civil realizou a prisão preventiva, nesta terça-feira, de um médico cirurgião plástico investigado por abuso sexual em Porto Alegre. A prisão ocorreu durante Operação Narciso, que cumpriu também dois mandados de busca e apreensão nos Bairros Três Figueiras e Chácaras das Pedras. O profissional atuava na capital e na Região Metropolitana.

De acordo com a polícia, pelo menos nove vítimas informaram ter sido abusadas pelo suspeito. A operação ocorreu por intermédio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre (Deam/POA). Durante a ação, foram apreendidos equipamentos eletrônicos, armas, documentos, medicamentos, lubrificantes íntimos, preservativos e outros objetos.

Conforme a Polícia Civil, o consultório médico seria utilizado clandestinamente para realização de procedimentos cirúrgicos, sem equipamentos adequados ou autorização legal e fora dos padrões de higiene e saúde. As informações divulgadas apontam ainda que o local não teria autoclave (aparelho para esterilização de materiais) e os instrumentos de uso médico estariam enferrujados.

Além disso, o local teria vários medicamentos vencidos e lixo descartado de forma irregular. Policias também encontraram sangue em vários locais, objetos e móveis do consultório. CC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui