O atendimento personalizado e humanizado na Clínica Potrich e Scholler Odontologia

Recebemos neste sábado os empreendedores Fernando Potrich e Rafael Scholler, sócios proprietários da Clínica Potrich e Scholler Odontologia. 


0

Nesta 15ª edição do programa Arte de Empreender abordamos as oportunidades e desafios nos negócios com os empreendedores no segmento da Odontologia, Fernando Potrich e Rafael Scholler, sócios proprietários da Clínica Potrich e Scholler Odontologia.

 


Postura profissional: Aceitar que somos imperfeitos pode ser libertador

com Tamara Bischoff.

 

Um dos grandes problemas que nos impedem de avançar na carreira é a busca por perfeição, aquela tentativa exagerada de fazer tudo certo, como se isso fosse realmente possível. Escuto com frequência sobre essa exigência, que às vezes é muito mais interna do que externa, na clínica, em grupos de amigos e familiares.

Certa ocasião, eu e minha irmã fizemos uma viagem de trabalho juntas. Atuávamos na mesma instituição e, juntamente com alguns colegas, fomos ao Chile para uma troca de experiências e realização de parcerias. Minha irmã era a responsável pela organização da viagem e pelos contatos, então, nas reuniões oficiais era ela que falava por nós. O que mais me impressionou foi ver a desenvoltura dela para se expressar, especialmente porque precisava falar em espanhol, uma língua que ela aprendeu basicamente sozinha. Eu não tinha dúvida da sua capacidade, mas naquele momento, vendo ela lá, explanando para importantes representantes de universidades chilenas, percebi que ela não estava se importando se as palavras eventualmente saíssem incorretas. Se isso acontecia, ela dava um sorriso, e seguia em frente, atraindo a atenção e a admiração de todos.


ouça o quadro

 


 

Aceitar que somos imperfeitos e agir com espontaneidade nessas situações pode ser uma atitude libertadora e capaz de nos alavancar. O que eu defendo não é simplesmente aceitar nossas falhas com a justificativa de “eu sou assim e ponto”. É buscar conhecimento, procurar se desenvolver profissionalmente, mas sem esquecer que os erros fazem parte da vida e podemos entendê-los como um aprendizado, não como um elemento que paralisa.
Então, se você percebe que tem sido muito duro com suas imperfeições, talvez possa buscar ajuda para trabalhar esse aspecto. Enquanto isso, sabe aquele dito popular, antes feito do que perfeito? Procure pensar nele e vá em frente.

Fernando Pessoa assim escreveu: “Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter; repugna-la-íamos se a tivéssemos. O perfeito é o desumano porque o humano é imperfeito”.


 

Espaço Sebrae: As boas práticas no ramo gastronômico

com Liane Klein.

Ter um negócio no ramo gastronômico é uma grande responsabilidade por se tratar de algo que afeta diretamente o organismo das pessoas. Garantir que esse alimento não faça mal para os seus clientes é algo que deve estar sempre no topo da lista de prioridades. Com a chegada do verão esses cuidados precisam ser redobrados. Por isso, hoje vou repassar algumas informações sobre Boas Práticas.

Mas afinal, o que são Boas Práticas? São práticas de higiene que devem ser obedecidas pelos manipuladores desde a escolha e compra dos produtos a serem utilizados no preparo do alimento até a venda para o consumidor. O objetivo das Boas Práticas é evitar a ocorrência de doenças provocadas pelo consumo de alimentos contaminados.


ouça o quadro

 


 

Portanto o local de trabalho deve ser limpo e organizado, mantendo o piso, a parede e o teto conservados e sem rachaduras, goteiras, infiltrações, mofos e descascamentos, fazendo a limpeza sempre que necessário e ao final das atividades de trabalho.

Use máscara, toca e lave as mãos antes de iniciar e depois de manipular alimentos crus; os alimentos devem ser bem cozidos, de forma que todas as partes do produto atinjam no mínimo a temperatura de 70ºC. Evite o contato de alimentos crus com alimentos cozidos. Além disso, lave os utensílios usados no preparo de alimentos crus antes de utilizá-los em alimentos cozidos.

Armazene os alimentos em vasilhames bem fechados, os quais devem estar identificados com: o nome do alimento; a data de preparo; o prazo de validade e na temperatura adequada.

A cozinha deve ter lixeiras de fácil limpeza, com tampa e pedal. Retire sempre o lixo para fora da área de preparo de alimentos em sacos bem fechados. Após o manuseio do lixo, deve-se lavar as mãos.

As empresas e empreendedores que desejam empreender no setor de serviço e manipulação de alimentos, como delivery, restaurantes e lancherias, para se sentir mais seguro sobre o assunto pode contar com a ajuda do Sebrae, participando do nosso curso de “Boas Práticas na Manipulação de Alimentos”, o qual atende as exigências dos órgãos de saúde.

A próxima turma será de 23 a 26 de novembro, das 14h às 18h. As inscrições podem ser realizadas na Unidade do Sebrae de Lajeado ou pelo fone e WhatsApp (51) 3710.1697.
“Melhore a qualidade dos produtos e do ambiente de trabalho e conquiste a satisfação dos seus clientes!”

Ótimo final de semana a todos!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui