Com alta de preços em dezembro, Inflação de 2020 fica em 4,52%

Confira as informações do programa Correspondente Independente do meio-dia.


0
Foto: Reprodução / Pixabay

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou nesta terça-feira (12) a inflação oficial do país em 2020, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Segundo o órgão, a variação de preços fechou o ano em 4,52%, maior taxa desde 2016. O resultado deixa a inflação de 2020 acima do centro da meta estipulada pelo governo, de 4%. Mas ainda dentro do limite de tolerância de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo. Também nesta segunda-feira o IBGE divulgou o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), indicador que também mede a inflação no país, mas que leva em consideração apenas quem ganha até cinco salários mínimos. Em dezembro, ele ficou em 1,46%, acumulando alta de 5,45% em 2020. O percentual de 5,45% obriga o governo federal a rever o reajuste já anunciado para o salário mínimo, que usava como base a projeção de 5,26%. Fonte: R7.COM

AstraZeneca pede liberação de uso emergencial da vacina na UE

A farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford solicitaram nesta terça-feira à Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) uma possível licença condicional para o uso da vacina contra a covid-19 na União Europeia, que a EMA pode avaliar antes do próximo dia 29. A agência confirmou que seus especialistas em Medicamentos Humanos (CHMP) irão analisar todo o pacote de dados disponíveis “no menor tempo possível” e poderão emitir suas conclusões sobre a possibilidade da Comissão Europeia (CE) conceder a licença condicional à AstraZeneca no final deste mês. Se aprovada por cientistas europeus, a vacina da Oxford seria a terceira contra a covid-19 a receber autorização na UE, depois da Pfizer/BioNTech e da Moderna. Fonte: R7.com

Henri Castelli passa por cirurgia na mandíbula após confusão em Alagoas

O ator Henri Castelli fez uma série de stories no Instagram nesta segunda-feira, 11, para explicar o motivo da cirurgia na mandíbula que fez no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O ator estava em Alagoas no fim do ano e, após uma confusão, deu entrada na Santa Casa. Inicialmente, ele havia contado que sofreu um acidente na academia. Agora, Henri Castelli veio à público para esclarecer os fatos. “Estou melhor e pronto para expor a verdade. A verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Fui agredido covardemente sem que eu pudesse reagir ou me defender. Estava com alguns amigos e, do nada, fui agarrado pelas costas, jogado e agredido, vítima de socos e chutes no rosto que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula”, afirmou. Ele também colocou na rede social fotos da tomografia para os internautas conferirem e contou como se sentiu após o ocorrido. “A impressão que eu tinha é que a minha boca estava pendurada naquele momento (chora). Liguei para a minha dentista que me orientou a procurar um hospital imediatamente”. Henri Castelli disse também que as imagens serão juntadas no processo contra os envolvidos. Fonte: Correio do Povo

Publicado decreto que reduz restrições nas bandeiras do Distanciamento Controlado

O governo do Rio Grande do Sul publicou, na noite desta segunda-feira, o decreto que ajusta os parâmetros das bandeiras do modelo de Distanciamento Controlado. Na prática, o documento reduz as restrições impostas às cidades gaúchas, em todos os níveis epidemiológicos da Covid-19, no comércio e na administração pública. Para os lojistas, a principal novidade é o aumento do limite de pessoas em relação à área útil de cada estabelecimento. Na bandeira amarela, as unidades vão poder receber um cliente a cada 2m²; na laranja, um a cada 4m²; na vermelha, um a cada 6 m²; e na preta, um a cada 8 m². Fonte: Correio do Povo.

Site de vaquinhas bane campanhas para patrocinar viagens de apoiadores de Donald Trump

O site de vaquinhas pela internet GoFundMe anunciou na segunda-feira (11) que não vai mais permitir campanhas para levantar fundos para gastos de viagem para eventos políticos com o potencial de serem violentos, como a marcha de apoiadores do presidente do Estados Unidos, Donald Trump. Uma parte dos manifestantes invadiu o prédio do Congresso. Campanhas que já estavam no ar foram retiradas. A empresa também tem planos para não veicular vaquinhas que promovam teorias da conspiração sobre as eleições ou ataque à democracia. Outras empresas também mudaram suas políticas desde a semana passada. A Stripe, de pagamentos, não vai mais processar doações para a campanha de Trump. O Airbnb, de hospedagem, vai proibir viajantes de pessoas que estão associadas a grupos como os Proud Boys. Fonte: G1

Após erro em concurso público, mais de 700 pessoas terão que refazer prova em Santana do Livramento

A Prefeitura de Santana do Livramento, na Região da Campanha gaúcha, decidiu reaplicar uma prova de um concurso público realizado no último final de semana. O motivo é devido a um erro da empresa contratada para realização do processo seletivo, que elaborou a prova com um nível diferente do divulgado no edital. Com isso, 740 pessoas terão de responder novamente as 40 questões em data ainda a ser divulgada. De acordo com a secretária de educação, Sandra Pontes da Silva, o edital previa questões de nível médio para a prova de seleção de professores para os anos iniciais, no entanto, os candidatos se depararam com perguntas de nível superior na prova. Fonte: G1 RS

Produção e apresentação: Caroline Silva
Próxima edição: hoje as 18h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui