Com estruturas ampliadas, Cooperativa Languiru está preparada para receber produção de grãos na Região dos Vales

"A Languiru enxergou essa necessidade e se estruturou”, diz Alexandre Schneider, gerente de comunicação, marketing e cooperativismo.


0

Visando proporcionar mais tranquilidade aos produtores de grãos na hora de destinar sua produção, a Cooperativa Languiru ampliou sua estrutura para captar a produção de milho da safra 2020/2021.


OUÇA A ENTREVISTA 


O gerente de comunicação, marketing e cooperativismo, Alexandre Schneider, esclarece que a maioria dos grãos são produzidos na região central do Brasil. O responsável, explica que a proposta da cooperativa é aproveitar o que está sendo produzido na região e fazer com que o mesmo permaneça no território, evitando alguns processos, como por exemplo, o deslocamento. Ele destaca também a possibilidade que o produtor tem de decidir o melhor momento para a venda ou de como irá destinar sua produção.  

Alexandre Schneider e Pedro Mortari (Foto: Jonas de Siqueira)

Pedro Mortari, supervisor administrativo da Fábrica de Rações da cooperativa, comenta que a cooperativa oferece horários de recebimento estendido, com agendamento, inclusive aos fins de semana. O supervisor revela que a demanda de grãos de milho por dia é de 980 toneladas, o que representa o carregamento de 30 carretas. “É fundamental reconhecer o produtor da nossa região e produzir a ração com o milho aqui de perto”, afirma o responsável, estimulando a produção regional. 

Schneider argumenta que o armazenamento inadequado de grãos resulta em cerca de 15% de perdas. O responsável pela unidade de rações complementa que uma “estrutura robusta”, com sistema de aeração, garante um melhor controle da temperatura, isolamento, entre outros cuidados. 

O gerente reforça que os novos pontos de coleta proporcionam mais agilidade no recebimento da produção. “A Languiru enxergou essa necessidade e se estruturou”, diz. A Cooperativa Languiru cobra apenas uma taxa de serviço, que pode ser acertada com a própria produção. 

Confira os pontos de recebimento

A Languiru está disponibilizando locais de recebimento de milho no Vale do Taquari e no Vale do Rio Pardo.  As cargas podem ser direcionadas à Fábrica de Rações, em Estrela; Unidade de Recebimento de Grãos no Bairro Alesgut, em Teutônia; Agrocenter Languiru em Venâncio Aires; Cerealista Markus em Teutônia; ARLA Cooperativa em Cruzeiro do Sul; e Certaja em Taquari. Mais informações podem ser obtidas na Fábrica de Rações pelo fone (51) 3720-3111 ou no Agrocenter Languiru de Venâncio Aires pelo fone (51) 3741-3108.

Informações sobre o processo de associação podem ser obtidas junto ao Setor de Atendimento Social do Departamento Técnico, em Teutônia, pelo fone (51) 3762-5647 ou WhatsApp (51) 99678-4176. O contato também pode ser feito junto à Fábrica de Rações em Estrela ou no Agrocenter Languiru de Venâncio Aires.


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui