Com foco no meio ambiente, agricultura e energia renovável, Santa Clara do Sul cria a Secretaria de Sustentabilidade 

Prefeito Paulo Kohlrausch também anuncia o desmembramento da pasta de Educação, Cultura, Desporto e Juventude para oferecer maior atenção à educação


0
Paulo Kohlrausch, prefeito de Santa Clara do Sul (Foto: Rodrigo Gallas)

Santa Clara do Sul está criando a Secretaria de Sustentabilidade, iniciativa que faz parte da nova reconfiguração administrativa. A informação foi anunciada pelo prefeito do município, Paulo Kohlrausch, em entrevista ao programa Panorama da Rádio Independente, na manhã desta terça-feira (29). A pasta será responsável pela pelas áreas do meio ambiente, agricultura e energia renovável, como biogás e energia solar.

Até hoje, a Secretaria de Infraestrutura correspondia pelas áreas de obras, agricultura e meio ambiente. Segundo o prefeito, a secretaria se tornou “pesada” para atender todas as demandas. Por isso, entendendo a importância da sustentabilidade para o desenvolvimento pleno de Santa Clara do Sul, optou-se por esta alteração “para fazer a máquina girar”.

“É algo que estava no meu radar, mas foi despertado para fazer acontecer quando estive no pavilhão da Alemanha, na Expo 2020 Dubai, e vi no quadro: ‘água + alimento = energia = vida'”, relata Kohlrausch.

Conforme o chefe do Executivo, a constituição da estrutura tem a responsabilidade de: “Fomentar a produção de alimentos saudáveis, dentro do contexto da agricultura saudável, pois 80% da nossa área é rural; preservar nossos mananciais de água; cuidar do esgotamento sanitário; e energia renovável; fica tudo englobado dentro deste guarda-chuva.”

O gestor recorda que, em 2017, o município contava com sete secretarias. “Diminuímos para quatro por um entendimento de deixar mais consistente e mais ágil.”

Pasta será desmembrada 

Outra mudança será na atual Secretaria de Educação, Cultura, Desporto e Juventude, que passará a ser responsável exclusivamente pela educação. A intenção com esta iniciativa é oferecer maior atenção à educação. As demais áreas distribuídas em departamentos.

Texto: Rodrigo Gallas
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui