Com mais de 90% das UTIs ocupadas, nove capitais estão em colapso na saúde

Porto Alegre (100%), Fortaleza (91,69%) e Natal (91,60%) estão em colapso.


0

O Brasil enfrenta no primeiro trimestre de 2021 o pior momento da pandemia do coronavírus, que completou um ano no dia 26 de fevereiro. A crise se agrava com o aumento repentino no número de casos e mortes por Covid-19 na medida em que decai a disponibilidade de leitos de UTI e enfermaria para o tratamento de enfermos.

De acordo com levantamento feito pela CNN, nove capitais vivem colapsos na saúde pública por conta da escassez de leitos de internação. As prefeituras consolidaram os dados de ocupação com adoção de critérios diferentes.

Na soma de ocupação hospitalar nas redes pública e privada, Porto Alegre (100%), Fortaleza (91,69%) e Natal (91,60%) estão em colapso.

Ao considerar apenas a rede pública, Rio Branco (93,7%), São Luís (91,12%), Florianópolis (95,1%), Curitiba (93%), Goiânia (95,5%) e Porto Velho (100%), estão com as reservas de leitos sobrecarregadas e sem capacidade de realizar a rotatividade necessária para atender aos pacientes.

Fonte: CNN


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui