Com novo marco legal para energias renováveis, saiba por que agora é a hora de investir em placas fotovoltaicas

Diretor da Sollar Sul, Flávio Cruz aponta que a energia solar é uma fonte limpa e inesgotável, que está em franca expansão


1
Foto: Freepik / Divulgação

A procura pela instalação de placas fotovoltaicas para energia solar, que já era alta, disparou de vez com a aprovação do novo marco legal da geração distribuída de energia elétrica, sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em 6 de janeiro. O novo texto garante que sistemas de geração própria em funcionamento e novas solicitações de acesso de até 500 kW feitas em até um ano ainda serão reguladas pelas normas atuais, até 2045.

Já as solicitações feitas após o período de um ano da publicação da lei entrarão em um modelo de transição escalonado. Nele, o pagamento da tarifa de uso do sistema de distribuição (Tusd) será feito gradualmente, com aumento anual da porcentagem a ser paga.

Na Sollar Sul Energia Solar, a procura dobrou desde a última sexta-feira (7) até esta quinta-feira (13), disse o diretor de expansão da empresa, Flávio Cruz, no programa Troca de Ideias. Conforme ele, agora é hora de instalar e aproveitar as condições favoráveis, sem taxas adicionais, e usufruir ainda mais do produto. Apesar de vir acompanhado de uma taxação, no aspecto jurídico, Cruz pondera que o novo marco regulatório traz maior estabilidade para quem quer investir na área.

Flávio Cruz, diretor de expansão da Sollar Sul Energia Solar

O diretor elenca as vantagens de se investir em um sistema fotovoltaico. De acordo com ele, o custo de energia elétrica no Brasil tem tendência de elevação. O empresário lembra que deve ocorrer um aumento de 20% na conta de energia no Rio Grande do Sul.

Cruz recorda a crise hídrica que o Brasil enfrenta, e aponta que 55% da matriz energética do país depende da água, e esse ano não é chuvoso, o que força o acionamento das termoelétricas, um peso a mais no bolso do consumidor.

Arte de Empreender: Energia solar é solução de sustentabilidade econômica, social e ambiental

Flávio Cruz aponta que a energia solar é uma fonte limpa e inesgotável, que é gerada até mesmo em dias sem sol e com chuva, apesar da menor intensidade, pois ela é alimentada pela radiação. O gestor afirma que o consumidor que optar pela transição fará uma troca de custos: o cliente deixará de pagar uma conta cada vez mais alta à concessionária para investir em um sistema próprio. O investimento se paga em poucos anos. “O custo do projeto não é alto, e se tu levar em consideração um produto que tem uma vida útil acima dos 30 anos, é muito tempo para voltar o teu investimento”, garante o diretor.

Conforme ele, o cliente que tem em casa a energia solar ganha também em qualidade de vida, porque os vilões do custo elevado da energia elétrica hoje geralmente são ar-condicionado, geladeira, freezer e chuveiro elétrico. Além de gastar menos, tem mais qualidade e tranquilidade de vida, observa Cruz.

Saiba mais

A Sollar Sul está sediada em Taquari, tem filiais nas cidades de Teutônia e Charqueadas, e projeta para o início deste ano a abertura de uma loja em Lajeado. Para isso, está contratando profissionais para compor a nova equipe. Conforto, durabilidade, segurança e garantia são requisitos na empresa.

“A gente não vende preço; a gente vende qualidade. Não queremos ser a maior empresa de energia solar da região Sul. A gente quer ser a melhor”, afirma o diretor de expansão da empresa. No ano passado, Flávio Cruz conta que a Sollar Sul Energia Solar teve um crescimento de 900%. Este ano, em suas palavras, projeta crescer 30 anos em um.

Conheça mais sobre o trabalho da Sollar Sul Energia Solar em seu site oficial (www.sollarsul.com.br) ou em suas páginas no Facebook ou Instagram.

1 comentário

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui